DestaquesHomemLucas Machado

Saias para Homens

Saias para Homens

Moda Masculina.

Por Lucas Machado.

E ai vai querer usar?

Mesmo tendo mais de 3000 anos. Saias para homens tem sua origem em vários contextos, mas todos sem uma boa explicação, o assunto vem sempre vai e volta e volta a tona.

Com a última visita do estilista da Louis Vitton, Marc Jacobs, ao Brasil, vários rumores sobre as saias masculinas foram assuntos nos sites e todos os veículos que de certa forma falam sobre moda homem. Jacobs foi visto nas noites cariocas com alguns modelos.

Saias para Homens

Mesmo tendo ouvido falar sobre o assunto acho que iremos deixar mais claro pra você leitor o que se passa por trás deste look que já é uma lenda.

Para começar, não é exatamente uma saia – ai de você se chamar o kilt de saia na frente de um escocês! No final do século 14, ele já era usado pelo povo gaélico, que vivia na Irlanda. Com a migração dos gaélicos para a região úmida e chuvosa das Highlands, no norte e no oeste da Escócia, o aparato foi adotado pelos escoceses da região.

Homen de saia

Os kilts serviam para a proteção contra a umidade e o frio típicos de lá. O tecido era feito de lã escovada, que impermeabilizava à água. Naquela época, a peça única era presa ao corpo, como um tipo de manto. É aí que está a origem do nome “kilt”, que, na antiga língua falada na Escócia, significa o ato de “prender uma roupa no corpo”.

d591350ec19ed497fd47c6a7dcc967ee

O tipo de xadrez do kilt (chamado de tartan) mudava de estampa de acordo com o clã daqueles que o usavam. A peça atual, em formato de saia, é criação escocesa e só passou a ser usada a partir do século 18. No século seguinte, foi adotada como símbolo de identidade nacional e hoje é vestida por cidadãos escoceses e de outros países, como Inglaterra, em ocasiões diversas, como festas formais, eventos da moda ou pela plateia de jogos esportivos.

Seguem alguns modelos de saias masculinas. E ai vai querer usar?

b4d0f370c61b326290558519e7b73a5e

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Polônia, da guerra ao Papa!

Próximo

Clube dos Cafajestes