tranferência

O que vamos ver na moda masculina 2020. Por Lucas machado

O que vamos ver na moda masculina 2020. Por Lucas machado

Destrinchando

 

2020 Modelagens fluídas e a volta do grunge

Temporada 2020 vai ser completamente intensa! Com um padrão elevadíssimo, com cenas que já haviam sido vistas nas terras do velho mundo e na Califórnia, com peças que relembram aos esportes de inverno, fazendo um revival com os anos 1970 e 1990. A criatividade intensa de Rick Owens desde 2016-19 na minha opinião segue na linha de frente ( Eitha !! Califórnia), não precisa nem gritar que ver um pouco taí vê e chora dos pés a cabeça: https://www.rickowens.eu/en/BR/men a parceria da Louis Vuitton com a grife de skatewear Supreme e todo o universo urbano da Valentino são pontos observados. Inúmeros são os detalhes que marcarão a temporada.

Separei alguns pontos altos que devem descrever os rumos da moda masculina para 2020

1- O universo dos esportes sem dúvidas está em alta e influenciou um grande número de coleções, tanto em Milão quanto em Paris. O snowboard, o esqui e o alpinismo ganharam diversas entonações na passarela. O esqui foi o ponto mais marcante desse universo na Zegna. Botas, jaquetas e luvas aparecem nos mais nobres materiais de alta alfaiataria, comandada por Alessandro Sartori, que está de volta à direção criativa da marca. Isso no mais alto ponto vamos dizer.

2- O grunge voltou de forma completamente sofisticada. Dessa vez, recheado com aparições de xadrez, ja venho falando aqui desde 2016 também do xadrez. A Dsquared2 até batizou sua coleção de “glunge” – mistura de grunge com glamour. A imagem que temos disso, é a de estudantes franceses que saem atrasados pra aula, vestindo o que veem pela frente, em um mood super agradável e completamente atual. Lembrando que na capital da moda não se guarda roupas de mais o costume é ter uma opção boa para cada ocasião.

3- O skatewear vai invadir sua praia se não já invadiu !! Sempre em grande estilo, cada vez mais forte e olímpico, democratizando ainda mais o estilo com pegada street. A estética das ruas fala cada vez mais alto. As pochetes com estilo reformulado continuam aparecendo. Elas se consagraram como hit de verão a verão,  seguem fazendo sucesso por sua funcionalidade e praticidade, características que conversam muito bem com os dias atuais. Assim é com as bolsas menores, eu já venho falando isso por aqui também, uns falam, outros estudam, outros já vem sentindo qual o caminho que vai ser trilhado.

4- As calças aparecem com a boca larga o skate também já conversa esse style, mais uma vez nas calças o skate na frente. Há quem não se identifique muito. Mas quando o skinny apareceu há uma década, todo mundo dizia isso. São modelos bem fluidos , com o gancho baixo e bem folgadas. A mistura de elementos do tradicional com o esportivo também continua em alta.

5- Tricôs grossos e extremamente texturizados também marcaram presença nas passarelas. A peça é uma opção para usar debaixo de parcas e maxicasacos. Pode vir no estilo oversized ou não. Dessa vez nem tudo está certinho ou muito arrumado. A ideia de um homem atrasado pra sair de casa é forte. Tricôs aparecem em sobreposições inacabadas. Eu não gosto de tricô, Pero ! Hay personas que les gusta. Hasta !!

Leia mais:

 

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Estar na moda é ser fiel a você mesmo. Por Lucas Machado

Próximo

Novembro azul: Câncer de próstata saiba como se prevenir