DestaquesDestrinchando

Crianças atenção com hábitos alimentares

Crianças atenção com hábitos alimentares

Destrinchando

Crianças em casa: atenção ao que elas ingerem

 

Os hábitos alimentares dos pequenos podem mudar nas férias, por isso é necessário manter a atenção redobrada. Como prevenção ao surgimento de cáries, é indicado a visita ao dentista após esse período em casa

 

O período de férias escolares é um momento repleto de diversão para as crianças. No entanto, esta temporada merece bastante atenção acerca do que os pequenos comem e “beliscam” durante os dias de descanso. O abuso de doces e alimentos açucarados nessa época do ano pode prejudicar a formação dental dos pequenos e acarretar em problemas ósseos.

 

Durante o dia a dia em casa, mesmo sem a rotina escolar, é necessário que as crianças tenham um cardápio diário com quatro refeições bem estruturadas, isto é, ricas em frutas e alimentos que ofereçam maior vigor e energia, pois, podem tanto nutrir quanto proporcionar saciedade. Segundo o cirurgião dentista e especialista em endodontia e ortodontia, Carlos Cordeiro, é preciso se ater a quantidade de doces que as crianças ingerem. “Os açúcares presentes nas balas, chocolates, biscoitos e sobremesas em geral, têm uma fixação prolongada nos dentes, e podem provocar cáries e inflamações severas nas raízes dos mesmos”, explica.

 

Isto não significa que os pais ou familiares devem proibir que as crianças comam doces e sobremesas, mas o ideal é que se estipule momentos do dia para esse tipo de alimentação, e ensine que a escovação deve ser realizada sempre após as refeições. “As bactérias que vivem na cavidade bucal reagem quimicamente na presença do açúcar, resultando em cáries e sensibilidade nos dentes. A única forma de prevenir esta situação, é com uma escovação regular”, afirma Carlos.

 

Para os momentos de lanches casuais, existem petiscos saudáveis e criativos para as crianças como os queijos, nozes, avelãs, cenouras cozidas e frutas picadas. E existem também alimentos que podem auxiliar na limpeza dos dentes, como a maçã, coco, pêra e amêndoas.

 

As férias são sinônimos de bons momentos, mas também podem ser de boa alimentação para as crianças. “Na idade de formação e troca dentária, geralmente entre 0 e 12 anos, é importante inserir vitaminas e fibras na alimentação, para que a estrutura e o esmalte dos dentes se desenvolvam de maneira firme e duradoura. Ao manter a escovação em dia, bem como a higiene bucal completa, é possível garantir dentes mais fortes e saudáveis”, aponta Carlos Cordeiro. Ele ainda aconselha a ida ao dentista após as férias das crianças, para limpeza e análise dos dentes.

Leia mais:

 

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Terapia do abraço

Próximo

Brumadinho e a legislação ambiental