DestaquesDestrinchando

Whey protein concentrado

Whey protein concentrado

 

Destrinchando

Whey protein concentrado. O que você tem usado para alimentar o seu músculo?

Whey protein é a proteína do soro do leite, um dos suplementos mais estudados e consumidos por praticantes de atividade física e atletas. Apesar disso, o whey não é um suplemento apenas para quem treina, essa proteína ajuda a prevenir e combater a sarcopenia (que é a aceleração da perda de massa muscular com a idade), sendo muito útil para idosos, por exemplo e em recuperação pós-cirúrgica.

A whey protein ajuda no combate ao estresse oxidativo e previne o catabolismo muscular. Estudos demonstraram que whey protein parece ter papel anti-obesidade anticatabólico, mesmo durante uma dieta mais restritiva, aumentando a termogênese, inclusive.

Os 3 tipos de whey conhecidos no mercado são: concentrada, isolada e hidrolisada.

Há também os blends, onde se associam essas proteínas e até outras formas, como caseína, albumina, proteína da soja etc.

Whey Protein Concentrada (WPC): é aquele que mantêm carboidratos e gorduras do leite em pequena quantidade, e em maior proporção a proteína que nesse caso está íntegra.

Algumas pessoas podem ter dificuldade em digerir esta classe de whey por conter a proteína íntegra e por conter lactose em sua composição. Seu preço é o mais barato comparado as formas isolada e hidrolisada, e sua absorção é a mais lenta dos 3 tipos de whey.

Whey Protein Isolada (WPI): é uma proteína de mais rápida absorção do que a concentrada. Não contém lactose e gordura, e é rica em BCAA, aminoácidos de cadeia ramificada, que auxilia na recuperação do desgaste muscular.

É também fonte de cisteína, um aminoácido precursor de glutationa peroxidase, poderoso antioxidante.
Whey Protein Hidrolizada: (WPH): a proteína passou por um processo de disponibilizando uma proteína já digerida (aminoácidos livres), acelerando a velocidade de absorção. É a mais rápida de absorver entre os demais tipos de whey, e sem a fração alergênica (betalactoglobulina).

O corpo consegue absorvê-la muito bem, aumentando assim a reconstrução das fibras musculares, gerando volume e força muscular. A versão hidrolisada é a mais cara entre todas, e também é rica em BCAA e cisteína. Geralmente as formas isolada e hidrolisada são fornecidas logo ao acordar, pré e/ou pós treino, associado ou não a outros compostos.

Consulte um nutricionista esportivo para saber qual a melhor proteína pra você e o melhor horário para consumir, considerando suas necessidades e seus objetivos.

Leia mais:

LOLLAPALOOZA 2018

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Mercado 15 anos

Próximo

Saúde física e mental