EntrevistasLucas Machado

Wéber de Pádua

Wéber de Pádua

Wéber de Pádua

Por Lucas Machado
Fotos Carlos Hauck

Jornal Estado de Minas


Weber Pádua é paulista radicado em Belo Horizonte. Aos 44 anos, é do tipo de cara que não seguiu nenhum padrão. Depois de tentar engenharia elétrica na PUC-MG, formou-se em design gráfico pela Fuma, antigo nome da Escola de Design da Uemg. É um dos maiores fotógrafos de moda do país. “Comecei a trabalhar com som, fui DJ e tive uma das primeiras boates quando a musica eletrônica começou por aqui, se chamava Guilden. Mas gostava mesmo era de andar com a galera das antigas do skate”, lembra.


Weber foi baterista da primeira formação do Jota Quest, quando a banda nem tinha esse nome e o vocalista não era Rogério Flausino. Não bebe, não fuma e nada todos os dias. Adora andar de moto e, de quebra, tem duas Harley Davidson. Sua história como profissional começou mais ou menos assim: “Minha primeira foto foi um cacho de banana [risos], Fazia fotografia de jornalismo, que na minha época era muito mais difícil, tinha filme, o investimento era bem maior, não era aquela coisa experimental. Depois comecei a fotografar gente, o que me abriu as portas da moda. Hoje, a coisa mudou, capturar uma imagem é muito débil mental, todo celular fotografa. O grande desafio é fazer uma coisa diferente se sobressair”.

Além de atuar como fotógrafo, Webinho dá aula no curso de moda da Furnec. “Gosto de ensinar as pessoas, temos que usar a fotografia como arte. Devemos abrir o baú tirar tudo que aprendemos e passar para frente”, afirma.

< Weber veste >

Óculos Ray-Ban Camisa e calça Ellus Tênis All Star

< kit sobrevivência >

Café Biker Brew Harley-Davidson Genuine
Bebida Macchiato Webíssimo feito com Dulsão do Brasil
Slip mat guilden
Câmera fotográfica Leica D-Lux3

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Luiz Cláudio (Apartamento 03)

Próximo

Victor Dzenk