DestaquesDestrinchando

Terapia do abraço

Terapia do abraço

 

Destrinchando

Não sei se você que esta lendo sabe mas existe uma terapia que trabalha todo o poder que um abraço possui. As pessoa se abraçam é um gesto absolutamente natural entre os seres humanos, ou não. Começa quando nascemos, no momento em que nossa mãe, pais familiares e amigos nos abraçam, do tipo seja bem vindo.

Com o crescimento continuamos com a nossa peregrinação do abraço, seja na forma mais ativa (quando parte do nós) seja na forma passiva (quando permitimos que nos abracem), e tudo isso nos gera uma variedade de sensações e emoções.

Podemos também pelos mais variados motivos, não querermos vivenciar essa parada de abraço, e o contato que ele traz. Mas quando atingimos a idade adulta que começamos a perceber a importância desse gesto tão simples e as vezes tão poderoso – O ABRAÇO.

Com certeza por experiência vivida e não por ouvir dizer, começamos a verificar que tal ação possui uma até mesmo uma função curativa, pois ocasiona sentimentos positivos. Então os estudiosos de plantão perceberam que se ele ajuda as pessoas, por que não criar a terapia do abraço, para fazer valer o poder por meio de resultados que ele pode trazer. E realmente isso aconteceu, pois se verificou que o abraço poderia diminuir a dor (física e emocional), sendo um excelente remédio para vários males.

A seguir alguns abraços que tive a felicidade de dar e receber. Claro que coloquei os nomes daí é uma questão pessoal e de criatividade:

Abraço de tigre: Transmite segurança em quem da e quem recebe. normalmente acontece entre quem da e quem recebe.

Abraço de rosto colado: Passa a sensação de cumplicidade entre pessoa é geralmente dado entre amigos e colegas de trabalho, que já se conhecem e se gostam. Querem demonstrar proximidade mas sem intimidade.

Abraço Extreme: É aquele bem rápido ao qual a rapidez impera, e geralmente vem acompanhado de um tapinha nas costas. Ocorre muito entre as pessoas que não se conhecem.

Abraço amoroso: Geralmente entre pessoas que se gostam. Que não tem medo de demonstrar o que sentem e por isso buscam no abraço esse prazer.

Abraço coletivo: Reúne várias pessoas e normalmente serve como comemoração conjunta.

Na real não importa o tipo d abraço mas tente usá-lo com mais frequência você verá pela prática e não por livros, faculdades e afins, ou por ouvir dizer que realmente funciona. Terra !!

Leia mais:

Carpaccio

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Moda homens de 40 anos

Próximo

Crianças atenção com hábitos alimentares