DestaquesDestrinchando

Suplementação endovenosa: nova técnica garante a nutrição absoluta do organismo

Suplementação endovenosa: nova técnica garante a nutrição absoluta do organismo

Destrinchando

A administração de minerais, sais e vitaminas por meio endovenoso tem se tornado cada vez mais popular por sua comprovada eficácia.

Os corpos humanos se diferem em diversos âmbitos, principalmente, em suas particularidades fisiológicas. Logo, as necessidades nutritivas são díspares entre os indivíduos e suas necessidades metabólicas são muitas vezes maiores do que suas possibilidades de desenvolvimento. Seguir com uma vida saudável e alimentação balanceada é o foco de muitas pessoas que vêm buscando mudar seus hábitos diários.

Porém, somente uma boa alimentação não consegue garantir que os nutrientes sejam absorvidos de forma completa pelo corpo, pois, grande parte deles são perdidos durante o processo de digestão. Por assegurar uma absorção alimentar mais completa e sem perdas, a suplementação endovenosa se tornou a melhor opção para possibilitar uma nutrição eficaz e satisfatória ao organismo. O médico generalista e diretor da Clínica Penchel, Lucas Penchel, explica como é realizado esse tipo de suplementação e quais são as indicações. “A suplementação endovenosa é personalizada para cada paciente, sendo assim, antes do procedimento, deve ser feito um mapeamento do sistema metabólico e a identificação de possíveis excessos e carências nutritivas”, esclarece.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo jornal americano, The New York Times, em 2017, a grande indústria alimentícia vem causando o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados nos países em desenvolvimento, como o Brasil. Estes alimentos, apelidados de “Junk food”, ou “besteiras” como conhecido na língua portuguesa, oferecem pouco ou nenhum valor nutritivo em sua composição, e só agregam o aumento nos níveis de colesterol e açúcar no sangue.

Sem se limitar apenas a pessoas que levam vidas saudáveis e praticam uma alimentação regrada, a suplementação endovenosa também pode ser uma grande aliada para quem deseja melhorar a nutrição do corpo e abandonar os fast foods. “Existem muitos nutrientes que, quando ausentes no organismo, aumentam a fome e o desejo por alimentos calóricos. Com o auxílio da suplementação, o corpo pode se readaptar e conseguir uma saciação mais rápida, evitando a ocorrência de uma compulsão alimentar”, ressalta.

O foco principal da administração de vitaminas por meio endovenoso é o seu benefício para o metabolismo. Por motivos genéticos ou derivados de uma alimentação pobre em nutrientes, o metabolismo pode funcionar de forma lenta, e isso pode fazer com que gorduras desnecessárias não sejam eliminadas e a queima de calorias fique prejudicada. A suplementação pode impulsionar o metabolismo e a perda calórica, dessa forma acaba capacitando o corpo a funcionar em todo o seu potencial energético e propicia o bem estar e a nutrição completa do organismo.

Para o cardiologista da Clínica Penchel, João Paulo Cimini Leal, um dos principais benefícios da suplementação endovenosa é a melhor absorção. “Muitas pessoas possuem o sistema digestório em desequilíbrio, o que pode dificultar a absorção de nutrientes, quando suplementados por via oral. Quando realizado via endovenosa, o sistema digestório não influencia na absorvência, tornando o aproveitamento mais eficiente”, aponta.

Leia mais:

Kombucha invade o mercado, incomoda o refrigerante e nem o frio para as vendas do produto probiótico natural refrescante

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Mães o que fazer após a gravidez para manter a saúde física e mental

Próximo

Barbearia Vip é maior rede de estética masculina da América Latina