Blenda GirardiDestaques

Suco de caixinha

Suco de caixinha

Suco de caixinha

Foto: Ilustrativa

Destrinchando

Por Blenda Girardi

Fácil de comprar, e de preços acessíveis, é destacar o canudinho e se deliciar. Geladinho neste calor então, melhor ainda. Tem de diversos sabores: manga, uva, pêssego, abacaxi, maçã, morango e por aí vai. Tem as versões sem açúcar também.

E tem em todos os lugares também. Estampam vantagens nutricionais e tem muita gente que consome. São eles, os temíveis sucos de caixinha. O temível fica por conta da minha nutricionista. E eu acabei adotando.

Mas você deve estar pensando: ah, mas troquei o refrigerante pelo suco de caixinha que é melhor. Nada disso. Segundo a nutricionista Carol Morais, detentora do site ‘Fale Com A Nutricionista’; “trocar refrigerante por sucos de caixinha é o mesmo que trocar 6 por meia dúzia.”

O que mais me chamou a atenção foi quando ela disse que “suco de fruta de caixa é um produto industrializado, e que de fruta mesmo, não tem quase nada”! Minha gente! O que isso significa? Se quase não há fruta, há outros aditivos e conservantes, como os demais produtos industrializados!

A nutricionista desafia: “se não acredita, basta checar o rótulo e ver a infinidade de ingredientes.” As informações de total atenção e puro alerta não param por aí. A profissional continua além e expõe que o IDEC (Instituto De Defesa Do Consumidor) duvidou de tanto alarde que estavam fazendo em cima dos sucos e néctares e refrescos de caixinha que levantou uma pesquisa a esse respeito. E o resultado? Segundo ela, trágico!

Os dados e a decepção de muitos pais ao descobrirem que de fruta, esses sucos quase nada possuem, estão em diversos vídeos na internet e mais: existe um movimento onde pessoas estão descobrindo uma forma de exigir das autoridades uma explicação mais clara e objetiva sobre o que contém nos sucos de caixinha e afins.

Bem, enquanto ainda nada a este respeito muda, podemos fazer como muitos na internet se expressam: simplesmente não comprar mais sucos de caixinha. O prático, fácil e barato de hoje, pode ser muito, mas muito mais caro num amanhã não tão distante.

Lei mais:

Centenário da revolução Russa

Desfile na rua em Paris

Blenda Girardi

Blenda Girardi

Bailarina profissional há mais de 20 anos. Primeira bailarina clássica em sua companhia em Belo Horizonte/MG aos 19 anos e posteriormente, dedicou-se a todos os outros estilos de dança. (Jazz, contemporâneo, jazz funk, hip hop,
samba, musicais, etc). Formada também em Educação Física, estudante de teatro e canto atualmente.

Trabalha em programas de tv, como o ‘Domingão do Faustão’, da Rede Globo de Televisão, nos quadros que necessitam de bailarinos., fotografa como modelo para campanhas, etc.

Tem um solo show intitulado ‘Samba De Ponta’; que é um misto de samba com ballet nas sapatilhas de ponta, fazendo apresentações em eventos nacionais e internacionais. Destaque para o encerramento da Copa do Mundo de Judô, transmitido ao vivo pelo SPORTV, canais Globo.

Centenário da revolução Russa 2
Anterior

Centenário da revolução Russa

Escolhas e a terceira lei de Newton
Próximo

Escolhas e a terceira lei de Newton