DestaquesDestrinchando

Startups crescem e crowdfunding surge como possibilidade de investimento

Startups crescem e crowdfunding surge como possibilidade de investimento

pexels.com

Destrinchando

 

O total de capital investido utilizando essa modalidade tem uma alta de 451% de 2016 a 2018. Os valores podem ser mais acessíveis e atraírem diferentes perfis de investidores

 

O mercado de startups não para de crescer no Brasil. São negócios que encontram soluções para problemas da sociedade e que chamam a atenção de investidores. De acordo com pesquisa da Associação Latino-americana de Private Equity e Venture Capital (Lavca), foram investidos, em 2018, US$ 1,3 bilhão (R$ 5,1 bilhões) em startups, um volume 51% superior ao de 2017. O montante representou 65% de todos os investimentos feitos na América Latina.

 

Apesar de ser um mercado incerto, investir em startup é uma maneira de fazer o seu dinheiro se valorizar de forma rápida. Por isso, os fundos de investimentos estão aumentando a sua atuação no setor. As startups, por sua vez, precisam desse capital para fazerem o seu negócio decolar de vez.

 

Existem etapas de investimento em startups de acordo com o grau de amadurecimento e o aporte que está sendo capitado. Também há maneiras variadas de realizar a captação dos recursos. Uma forma que tem ganhado espaço no mercado nos últimos anos é o crowdfunding, ou também conhecido como financiamento coletivo por reunir um número maior de investidores.

 

O crowdfunding é uma alternativa que possibilita que empresas com receita anual de até R$ 10 milhões realizem ofertas por meio de financiamento coletivo na internet com dispensa automática de registro de oferta e de emissor. O modelo de investimento é novo no Brasil e só foi regulamentado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em julho de 2017. Após a sua regulamentação, o número de investidores na modalidade registrou uma alta de, aproximadamente, 716%. O valor captado saltou de R$ 8.342.924,00 em 2016 para R$ 46.006.340,00 em 2018, um crescimento de mais de 451%.

 

Um dos diferenciais do crowdfunding é conseguir engajar uma quantidade maior de investidores em torno do negócio. Além disso, ele possibilita que uma pessoa possa se tornar sócia de uma startup com um valor mais acessível. Foi levando em consideração esses dois pontos que a startup mineira, SporTI, decidiu abrir a sua primeira rodada de investimento utilizando essa modalidade. O objetivo é obter 500 mil reais por 9,09% da empresa. São mil cotas oferecidas com o valor de 500 reais cada uma. A captação é realizada totalmente online.

“O esporte é um negócio de massa e ter cada vez mais pessoas envolvidas é uma aposta que vem dando certo desde a fundação da SporTI. O crowndfunding surgiu como uma excelente alternativa na captação de recursos financeiros para acelerar a startup; e o fato de ser um investimento mais acessível também nos permite ter mais pessoas que poderão ajudar a empresa com seu networking e conhecimento no mundo dos negócios e também do esporte.” – afirma Cristian Gomes, CEO da SporTI.

SporTI

A SporTI é uma startup mineira, criada em 2016, que une tecnologia à gestão esportiva. A SporTI foi uma das 40 startups selecionadas entre as 1.073 inscritas para a quinta rodada do SEED, o maior programa público de aceleração do País, e encerrou entre as cinco startups com melhores resultados.

Criada em 2016 com sede em Belo Horizonte, a SporTI cria soluções para a gestão do esporte. Uma das primeiras soluções desenvolvidas pela startup é a Plataforma SporTI, para gerenciamento de competições e eventos esportivos, que é utilizada pela Confederação Brasileira de Futebol 7 e dezenas de outras organizações esportivas em todo o País. Já são mais de 30 mil usuários em todos os estados brasileiros distribuídos em 30 modalidades esportivas.

A SporTI usa a sua expertise em soluções tecnológicas para o desenvolvimento de novos projetos em gestão esportiva. Hoje o Cruzeiro Esporte Clube é um dos parceiros da SporTI e juntos estão criando produtos que têm como objetivo encurtar a distância dos torcedores e associados a produtos e serviços do clube. A startup também é a organizadora da Startup Cup, o maior campeonato de futebol do Brasil entre integrantes de ecossistema de empreendedorismo e inovação.

Saiba mais sobre a oportunidade de investimento via  crowdfunding da SporTI aqui.

Leia mais:

Trajetória cinematográfica do cineasta espanhol Pedro Almodóvar

 

 

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

STJ: Suspensa demarcação de terras indígenas pelo ministério da agricultura

Próximo

Espaço e talk show mostra que une decoração, design e arte