Destrinchando

Semana mundial da luta pela igualdade

Semana mundial da luta pela igualdade

DESTRINCHANDO

Fotos: Google, Instagram e Facebook

A semana no mundo foi marcada pela luta pelos direitos igualitários. Contra ou favor, conseguiram abafar o anúncio das ligações telefônicas gratuitas feitas por meio do Facebook. Coisa rara quando envolve alguma attitude de Mark Zuckerberg.

Semana mundial da luta pela igualdade

O assunto, no caso do casamento homosexual, ocupou os trend topics durante toda terça feira (26), voltou ao topo inúmeras vezes durante os dias seguintes e tomou o Facebook com uma onda silenciosa de perfis com símbolo igual (=) em vermelho.

A França, berço dos iluministas e a terra onde a infidelidade  é considerada normal, foi o palco dos mais violentos protestos contra o casamento e direitos igualitários dos  homosexuais.

Já no conservador, Estados Unidos, a maior parte dos protestos foi a favor, com direito a bolo da igualdade elaborado pela Martha Stewart e outras formas de apoio de outras marcas.


Outras empresas como Apple, Nike, Facebook, Morgan Stanley, Intel, Xerox, AIG, Cisco Systems, Mesirow Financial, Oracle, Panasonic, Barnes & Noble, Office Depot, e Alaska Airlines expressaram seu apoio na forma de amicus curia, termo em latim que significa “amigo da corte”, onde expressam que o não reconhecimento das uniões do mesmo sexo e a não garantia dos direitos do conjuge causam prejuízo e retardam o desenvolvimento do país pois privam as pessoas da felicidade, segurança emocional, física e financeira  provenientes do casamento.  Leia na íntegra aqui

No Brasil, a semana continuou com protestos contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos Marco Feliciano, que é contra homossexuais, negros, ciganos, mulher trabalhar fora e pasmem até a Yoga, a qual ele julga atividade satânica. Vale ressaltar que o mesmo ainda a processos de estelionato e aparece em vídeos pedindo a senha de cartões de fiéis na igreja na qual é pastor.

Outros protestos, ainda que menores foram, pela nomeação absurda de Genoíno e José Dirceu para a Comissão de Constituição e Justiça.

Por outro lado os empregados domésticos finalmente adquiriram direitos bem parecidos com os celetistas. O que promete uma mudança no cenário nas casas brasileiras. Muitos dizem que estamos a um passo de nos equiparar à Europa e aos Estados Unidos onde estes profissionais são artigos de luxo ou atividades para imigrantes. Espero que a oferta de utensillios domesticos para facilitar  o trabalho de casa também se equipare ao deles em preço e oferta, leia aqui.


 Na semana que fomos brindados com bárbaries envolvendo assassinatos covardes de crianças no nosso país, é bom ver seres humanos tomando as ruas para lutar por algo que envolvam outros seres humanos que não eles mesmos, que saiam um pouco da vida virtual das redes sociais e que lições de coleguismo e hombridade voltem a ser assuntos do dia tal qual a attitude do atleta espanhol Ivan Fernandez que também se mantém em pauta desde janeiro, veja

 

Racionais MC’s

Pitty

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Renato Loureiro

Próximo

Rogério Lima