DestaquesFernanda Mello

Segredo Guardado

Segredo Guardado

Segredo Guardado

Foto: Elias Kfoury

Destrinchando

Por Fernanda Mello

Não é o amor que dificulta tudo. Somos nós. É você. Sou eu. São os faz-de-contas. As tantas contas. Meu trabalho. Suas viagens. Minhas meias coloridas.  Suas cismas. Meus traumas. Meu sono que não acaba.

Não é o amor que bagunça tudo. É seu sorriso. Meus gatos. Nossas diferenças. Nossas semelhanças. O vizinho que ouve tudo.

O porteiro que já te adora. Não é o amor que complica tudo. São as músicas. Os vinhos. O café derramado na mesa. Nossas roupas pelo chão.

Suas dúvidas. Minhas certezas. Nossas risadas pela madrugada. Não é o amor que simplifica tudo.

MENTIRA, É SIM.

(Hoje eu acordei com saudade e resolvi escrever para você.)

ÚLTIMO POST:

Complicação:

Eu só queria te lembrar uma coisa: eu estou para muitos. Mas sou para poucos.
E é preciso ter alguma coisa diferente no olhar para mexer comigo hoje em dia. Porque é raro alguém me fazer escrever, sem inventar personagens. Antes, era fácil. Agora, não.
Mas aqui, nesse momento, noite de quinta-feira, olhando para a tela em branco: sou eu.
Eu, do jeito que é minha verdade (e que pouca gente conhece); cara limpa, arte na ponta do nariz, bagunças fazendo refrão.
Aí chega você.
(…)
E sorri daquele jeito bonito que me desarma (Ah,  sorrisos são sempre o que fodem!). E eu tenho vontade de escrever um texto muito foda e muito bonito para ver se cola.
Para ver SE VOCÊ COLA.
E fica.
E eu tento. Tento… Desmancho. Invento. Derramo palavras como se fossem vinho. E bebo. O que poderíamos ser. Ou o que já somos, sem querer.
(Será?)
E, do nada, me vem um lampejo estranho, daqueles que – por sensatez – eu jamais deveria expor: não seria bacana se você também pensasse em mim dessa maneira? E rolasse aquela sincronia, igual às de filme, onde as duas pessoas pensam uma na outra, no mesmo instante?
(…)
É, moço.
Agora complicou.

Leia mais:

Mulheres ocupam cada vez mais espaço no skate

Água Aromatizada Diurética

 

Fernanda Mello

Fernanda Mello

Escritora e compositora, Fernanda Mello ficou conhecida por seu blog Coração na Boca e por suas inúmeras letras para bandas como Jota Quest, Tianastácia, entre outros, incluindo sucessos como: “Só hoje, “O que eu também não entendo”, “Mais uma vez”. Autora de 4 livros (Princesa de Rua, O menino que queria abraçar o mundo, Amor na TPM e Amar é punk), Fernanda também conta com um canal de crônicas digitais no youtube, que somam mais de um milhão de acessos.

Mudança na legislação de trânsito
Anterior

Mudanças na renovação da Carteira Nacional de Habilitação

Segredos da Páscoa
Próximo

Segredos da Páscoa