Lucas Machado

Sabotage – Rap é compromisso

Sabotage – Rap é compromisso

Por Lucas Machado

Mauro Mateus dos Santos, foi um compositor, cantor e ator brasileiro, nome artístico, Sabotage. Conhecido como Maurinho na comunidade onde morava na favela na Zona sul de S.P. Trabalhava de feirante para segurar a onda dentro de casa pois, o pai era alcoólatra e vivia de catar material reciclável nas ruas da capital paulista.

Sabotage – Rap é compromisso

No primeiro documentário sobre a vida do cantor e de outros Rappers, feito por Ivan 13p, diretor e produtor paulista, profundo pesquisador do Hip Hop e suas nuances “Favela no ar” Sabotage fala que entrou para o tráfico com 9 a 10 anos de idade. Uma realidade que vivemos entre pobres e miseráveis brasileiros a sua maioria vindos de comunidades carentes.

43e2cdf4d862f69b2d5a3feff02db0d1

Mas teve sua oportunidade e aproveitou. Por causa de suas rimas e participações em letras de rappers famosos como: Rapin’ Hood, Sandrão, do grupo RZO. Depois de varias participações em shows e na brodagem com os trutas do rap, Sabota fez seu único disco “Rap é compromisso” com o apoio de Beto Ganjamem, na minha opinião o maior gaitista da atualidade, Racionais e Chorão, que fizeram participações no disco.

sabotagem-rap-e-compromisso--1

Apesar da sua vida pública ter sido curta, participou do filme “Carandiru” baseado no livro de Dráuzio Varella, como consultor do longa, ajudando os atores na fala e trejeitos dos presidiários, já que teve um irmão preso lá. Sabotage também encontrou outra oportunidade no cinema. Ao lado de Paulo Miklos (Titãs), ele atuou em “O Invasor’, filme de Beto Brant, para o qual o rapper fez também uma música.

RTEmagicC_sabotage02.jpg

E recentemente foi lançado um outro documentário do músico feito também por Ivan 13p, “O maestro do Canão” nome da favela que viveu o personagem, foi bem recebido pelo público, inclusive pelas pessoas que não conheceram o rapper por falar da realidade vivida por muitos brasileiros. Do tipo, um cara solitário teve diversas dificuldades, deu a volta por cima, mas a vida lhe cobrou com o que ele fez no decorrer dela, morreu com quatro tiros pelas costas. A sua família recebe pelos direitos de 45% dos lucros da produção. Rap é compromisso. Salve Sabotage!!

28bba9d2a2ab9f81c1febfe25753b29f

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Dubai

Próximo

Quebrando o gesso