Blenda GirardiDestaques

Sabor das palavras

Sabor das palavras

Gosto das palavras

Destrinchando

Por Blenda Girardi

Não tem muito tempo, uma frase tem circulado bastante nas redes sociais. Ela diz: “Se você pudesse comer as suas palavras, que gosto elas teriam?” Não sei quem é o autor desta frase, mas sei que houveram inúmeros compartilhamentos gerados.

Para você, que está aqui, lendo agora este texto, me permita parafrasear o exemplo acima, em que, se pudéssemos realmente comer o que falamos, que sabor tais palavras teriam? Seriam palavras doces? Amargas? Sem sal, sem gosto? Indo além, se elas tivessem cheiro, qual o cheiro exalaria suas palavras? Bem agradável?

Continuando nesta linha de raciocínio, para aqueles que realmente sabem que as palavras têm força, qual é o impacto das suas palavras? Saldo positivo, ou negativo? E o que tem isso a ver com a saúde?

Bom, se pararmos para sermos um pouco mais atentos para com quem está ao nosso redor, podemos perceber um pouco a forma que uma pessoa encara a vida pela maneira, ou melhor, pelas palavras que ela costuma falar para cada situação que ela encara na vida. E se entendemos que saúde é algo muito mais que apenas cuidar do corpo físico, temos palavras saudáveis na ponta da língua?

Te convido, querido leitor, à uma breve reflexão sobre o que você tem falado a si mesmo. E aos outros também. O que você tem dito tem ajudado ou atrapalhado? Nossa, quantas perguntas para um breve texto. Mas sim, hoje, é um tema para a reflexão do quão (ou não) saudáveis estão as nossas palavras.

Sobretudo, há quanto tempo que você teve aquela conversa que te acrescentou algo? Que te esclareceu sobre um problema aparentemente sem solução? Nosso tempo é muito corrido, portanto, temos tidos conversas saudáveis? Muitas perguntas, uma reflexão.

Se me permitem, eu fico com o que JESUS disse: “A boca fala do que está cheio o
coração.”

Leia mais:

Thomas Sabo 2018

Design e Artesanato

 

Blenda Girardi

Blenda Girardi

Bailarina profissional há mais de 20 anos. Primeira bailarina clássica em sua companhia em Belo Horizonte/MG aos 19 anos e posteriormente, dedicou-se a todos os outros estilos de dança. (Jazz, contemporâneo, jazz funk, hip hop,
samba, musicais, etc). Formada também em Educação Física, estudante de teatro e canto atualmente.

Trabalha em programas de tv, como o ‘Domingão do Faustão’, da Rede Globo de Televisão, nos quadros que necessitam de bailarinos., fotografa como modelo para campanhas, etc.

Tem um solo show intitulado ‘Samba De Ponta’; que é um misto de samba com ballet nas sapatilhas de ponta, fazendo apresentações em eventos nacionais e internacionais. Destaque para o encerramento da Copa do Mundo de Judô, transmitido ao vivo pelo SPORTV, canais Globo.

Design Brasil 3
Anterior

Design Brasil

Hub Social
Próximo

Hub Social