DestaquesExtremeFitnessLucas MachadoSaulo Arruda

Resiliência

Resiliência

Resiliência

 

Por Saulo Soares Arruda

Resiliência, Persistência e Teimosia.

Desejamos ser reconhecidos como pessoas “persistentes”, mas não gostamos das “teimosias”? Somos pessoas “resilientes”?

Estes três adjetivos tem uma relação intima e, sempre que possível, devemos nos auto avaliar sobre esses aspectos a fim de corrigirmos as nossas ações.

Pessoas “persistentes” não desistem de seus objetivos. Por isso, é natural que sofram fortes pressões. Se elas suportam a isso e conseguem retornar ao seu estado natural sem ter perdido suas forças, coragem e engajamento são, então, pessoas “resilientes”.

Indivíduos resilientes;sacodem a poeira, dão a volta por cima” e seguem fortes.

Na vida pessoal, profissional e no esporte, as pessoas “resilientes; são mais valorizadas, se destacam e evoluem mais rapidamente.

No dicionário,;persistente; é aquele que é constante, firme e que segue sempre em frente, ou seja, não abandona os seus propósitos. Mas atenção, se esta persistência se tornar uma obsessão, um capricho ou uma dificuldade em mudar de opinião, mesmo estando errado, talvez esteja sendo “teimoso”.

No esporte, na vida profissional e pessoal temos que ir eliminando a “teimosia” das nossas personalidades. Assim, aprendemos mais e erramos menos.

Para ilustrar a teimosia, no mundo das Corridas de Montanha, tem uma frase muito usada para motivar, mas também bastante discutível:

O Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre”. Se, numa prova extrema, ultrapassamos os nossos limites de forma desordenada, poderemos sofrer graves lesões ou até a morte. Neste caso, recuar e até desistir pode ser um aprendizado para se vencer outras batalhas.

Persistir, sem condições, pode ser uma grave “teimosia”. Persistir numa evolução constante, por etapas, recuando, se necessário, assumindo novos riscos sem trauma e sem sequelas é uma demonstração de
persistência; e, principalmente, de “resiliência”.

Diante desses conceitos, devemos acreditar e lutar pelos nossos sonhos de forma inteligente e lúcida! Mesmo que percamos algumas batalhas, mais adiante venceremos outras…

Com persistência, sem teimosia e de forma resiliente chegaremos lá.

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Janeiro Branco

Próximo

Presença