DestaquesDestrinchando

Qual o seu estilo

Qual o seu estilo

Por Jack Bala

Choppers, bobbers, Rat Bike, Trike, Sport

Pois é. Gosto, cada um tem o seu. Nem sempre bonito, nem sempre agrada a todos. Mas apenas uma certeza nisso: ele é seu.

Gosto não se discute, apesar de, no mundo Custom, isso sempre ser assunto.  E gerar discussões sim. Todo mundo tem um gosto, seja ele bom ou ruim. E um estilo também.

No mundo das motos, graças (a Deus) as inúmeras variações de marcas e modelos, o consumidor tem a oportunidade de escolher o modelo mais adequado ao seu gosto e ao seu bolso.

E as tribos vão se formando, não interessa se através de clubes, agremiações, ou apenas amigos com o mesmo gosto.

E as variantes são muitas, para o bem de todos. E cada uma tem uma história para contar.

 

As Choppers

Tem essa denominação vinda da palavra “Chopp” (não é o seu gelado do bar preferido…), uma espécie de gíria para “cortar”, em inglês.  Chopp pode significar várias coisas na língua do Tio Sam, nem sempre no sentido de cortar. Chopp também é uma abreviação para helicópteros, por exemplo. Mas acho que é difícil confundir no assunto motos, mesmo na literatura americana.

Qual o seu estilo

E nesse cortar, você pode alongar, encurtar e modificar da forma como achar melhor. Choppers são motos cortadas. No chassi, na mesa dianteira, na suspensão traseira.

A frente geralmente tem um ângulo bem maior que as motos de fábrica e as motos têm a altura bem reduzida, com a distância entre as rodas (entre eixos) maior que as originais.

American_Chopper1

Podem ter ou não suspensão traseira. As que não têm, são as chamadas “Hard Tail”, ou “rabo duro” como são conhecidas por aqui no Brasil e, por questões um tanto óbvias, esse tipo de suspensão não é muito usada, pois chega a se tornar perigoso o seu uso, em função da “ótima” qualidade das nossas ruas e estradas. Nos EUA, pneus gigantes, com calibragem mais baixa fazem às vezes de suspensão nessas motos, mas lá eles têm chão para rodar.

Qual o seu estilo?

Nessas motos, menos costuma ser mais. Tudo que é desnecessário vai embora. Elas costumam ser motos “solo”, ou seja, banco apenas para o piloto. Nada de alforjes pendurados, “mata cachorros”, plataformas e acessórios espalhafatosos.  Quanto mais limpo o visual melhor, para que o resto da moto, que geralmente é todo modificado, possa se destacar. As pinturas também não ficam de fora e as cores brilhantes, com ou sem um tema, também são destaque.

 

As Bobbers

Essas motos tem como característica mais marcante um visual rústico. Sua origem vem das décadas de 20 e 30. Esse estilo surgiu após o final da segunda guerra mundial, normalmente em motos europeias. Assim como em seus primos distantes, os Hot Rods, alívio de peso era a principal objetivo dos usuários das Bobbers.

A primeira peça que “voava” fora era o para-lama dianteiro. Uma Bobber de verdade jamais terá para lama dianteiro. O traseiro também passava por uma transformação.  Normalmente encurtado ou mesmo substituído por outro menor, pois as Bobbers também não costumam ter banco para a garupa. O tanque de gasolina também é objeto de mudanças, podendo ser trocado ou modificado, buscando sempre diminuir o seu tamanho.

dd696a2904b5f9cb9902feef243e9f55

A pintura reluzente das motos originais normalmente é substituída por cores foscas, gerando um visual mais desgastado. Em algumas exceções, pinturas muito bem feitas, com diversas camadas da mais fina tinta podem acontecer. Rodas sempre raiadas, às vezes pintadas, com predominância do vermelho e pneus com banda branca também fazem parte da marca registrada das Bobbers. Mas isso não significa que todas têm esse estilo.

download (1)

As Rat Bikes

Ame ou odeie. As Rat Bikes, assim como seus irmãos Rat Rods, têm um visual bem despojado. Na verdade, a preocupação com o visual é o que menos importa, querem fazer parecer. Para alguns, é isso mesmo. Para outros, chega a ser uma paranoia.

rat-bike-air-ride-suspension-bagged-rust-motorcycle-chopper-yamaha-xs650-001b

A moto tem que ter o aspecto mais desleixado possível. É como se o dono a largasse no tempo, para apodrecer. Nada de pintura, cromados ou acessórios caros. Os “enfeites” dessas motos provêm dos lugares mais improváveis, para motos, claro, mas estão ali.

Qual o seu estilo?

Para alguns, qualquer coisa serve de enfeite. Bonecas velhas, gaiolas, correntes, botijões de gás como tanque de combustível, troféus de caça, enfim, a matéria prima para montar essas motos pode estar em qualquer lugar, mesmo no lixo.

DSC_3053

Como dito acima, gosto, cada um tem o seu. Eu não discuto gosto.  No máximo, comento. Como customizador, respeito o gosto do cliente, mas tento orientar, para que o trabalho não seja perdido. Se o trabalho a ser feito fugir demais dos meus padrões, prefiro não fazer, a levar o título de “autor” da obra.

 

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Nascar

Combinações de meias 2
Próximo

Combinações de meias