DestrinchandoLucas Machado

Para e pensa

Para e pensa

Para e pensa

Pego-me às vezes numa angústia… Mas, mulher tem disso, né (acredito que os homens também)! Não é TPM, não é nenhuma desilusão. É apenas aquele momento em que a gente para e pensa um pouco na vida… E às vezes isso mexe bem com a cabeça.

Conheci ontem o blog “Sexo, amor e crônicas“, do jornalista Chico Garcia, e o tema deste post veio de um de seus textos, que diz: “Sempre fui taxada de forte, determinada, às vezes até arrogante. Quem me conhece sabe, que, ao invés de uma leoa, no fundo mesmo sou uma gatinha manhosa. Como estou sempre olhando pra cima, não enxergo os obstáculos. Mas também ignoro as flores. E nesse caminho de construção da minha história, sinto que cheguei num lugar bonito, fértil, promissor. É hora de montar o acampamento. Será? Mas e o que tem atrás daquela montanha? Ah, esqueci de dizer, ser inquieta é outra característica minha. Não desisto fácil de encontrar minha felicidade, mesmo que eu tenha que andar um pouco mais”.

Porque será que me identifiquei?!? Quer saber o título do texto? “Crise dos 30“. Ainda não cheguei lá (mas tá quase…) e vejo que estou nesse momento de muita inquietação. Será que posso fazer coisas serem diferentes? Será que mantenho tudo do jeito que está?

Dúvidas e mais dúvidas… Mas isso, no fundo, é bom. Faz a gente sair da inércia e não se contentar só com o que a gente tem. Faz a gente querer mais. Faz a gente olhar para trás e fazer uma análise da nossa vida, de tudo o que a gente já viveu. Faz avaliar o presente e a pensar, de forma mais concreta, no futuro.

Às vezes, nada acontece… Mas pelo menos você parou um pouco e se colocou no foco (quantas vezes ficamos de lado para só pensar nos outros, não é?).

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Dia do combate às drogas

Próximo

Semana de moda