Lucas Machado

Pablo Neruda

Pablo Neruda

Por Lucas Machado

“Pablo Neruda nasceu em Parral, em 12 de julho de 1904. Era filho de José del Carmen Reyes Morales, e de Rosa Basoalto Opazo, morta quando Neruda tinha apenas um mês de vida. Ainda adolescente adotou o pseudônimo de Pablo Neruda (inspirado no escritor checo Jan Neruda), que utilizaria durante toda a vida, tornando-se seu nome legal, após ação de modificação do nome civil.[1]

Em 1906 seu pai se transferiu para Temuco, onde se casou com Trinidad Candia Marverde, que o poeta menciona em diversos textos, como “Confesso que vivi” e “Memorial de Ilha Negra”, com o nome de Mamadre. Estudou no Liceu de Homens dessa cidade e ali publicou seus primeiros poemas no periódico regional A Manhã. Em 1919 obteve o terceiro lugar nos Jogos Florais de Maule com o poema Noturno Ideal.

Em 1921 radicou-se em Santiago e estudou pedagogia e francês na Universidade do Chile, obtendo o primeiro prêmio da festa da primavera com o poema “A Canção de Festa”, publicado posteriormente na revista Juventude. Em 1923 publica Crespusculário, que é reconhecido por escritores como Raúl Silva Castro e Pedro Prado. No ano seguinte aparece pela Editorial Nascimento seus Vinte poemas de amor e uma canção desesperada, no que ainda se nota uma influência do modernismo. Posteriormente se manifesta um propósito de renovação formal de intenção vanguardista em três breves livros publicados em 1936: O habitante e sua esperança, Anéis (colaboração com Tomás Lagos) e Tentativa do homem infinito”.

”Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo… Morre lentamente quem se torna escravo do hábito, não muda de marca, não arrisca vestir uma outra cor. Quem não conversa com quem não conhece, morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz, com seu trabalho, com o seu amor. Quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho. Quem não permite, pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.” Pablo Neruda.

 

Pablo Neruda

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

NYC

Próximo

Eu não sei