DestaquesDestrinchando

O que fazer para evitar a queda de cabelo

O que fazer para evitar a queda de cabelo

Destrinchando

Por Ramiro Cerqueira

A queda de cabelo pode acontecer por vários fatores, é muito importante identificar corretamente as causas para que o tratamento tenha um melhor resultado.

Saiba quais são as principais causas sobre queda de cabelo. Alopécia androgenética ou calvície.

Este tipo de calvície merece um pouco mais da sua atenção desde o início da percepção da queda.
Na maioria das vezes a calvície hereditária pode ter seu inicio a partir dos 18 anos de idade ou até mesmo um pouco mais tarde, depende da herança genética.

Os tratamentos neste caso devem dar inicio com uma breve consulta ao dermatologista ou cabeleireiro para que haja maior informação do processo de queda.

Neste caso o tratamento deve iniciar logo no começo da queda, exames serão feitos para que haja melhor compreensão e direção do problema.

Alopécia localizada ou queda localizada em pequenos locais do couro cabeludo.

Este tipo de queda pode acontecer até mesmo em pessoas que não possuem na sua genética os gens que ativam o fator da queda no entanto pode ser causada por fatores.

Este tipo de queda pode causar pequenos círculos em vários locais do couro cabeludo, em alguns casos o problema se resolve sozinho até mesmo que que seja percebido.

Já em casos mais complicados estes pequenos círculos poder aumentar de circunferência à medida que os fatores de causa não forem devidamente tratados. tais como: Alimentação desregrada e ausência de proteínas e vitaminas .

Estresse, descontrole hormonal e etc.

Em alguns casos o uso de produtos indevidos também podem causar pequenas quedas dos fios.
Shampoos de qualidade inferior que depositam resíduos no couro cabeludo formando assim uma crosta sobre o couro cabeludo e raiz dos fios,
processos químicos agressivos e nocivos ao couro cabeludo e fios.

Quais são os tratamentos indicados?

Existem vários tratamentos para cada tipo diferente de queda de cabelo.
No caso das quedas como calvície ou alopécia androgenética médicos especialistas devem ser consultados.

Existem de sangue, hormônios, hemogramas podem ajudar da descoberta das causas e ou consequências.
O mesmo procedimento pode também ajudar muito nas quedas tais como alopécias circulares ou quedas localizadas.

É bom lembrar que levar este assunto ao seu cabeleireiro também é muito importante, afinal seu cabeleireiro pode observar o seu cabelo no decorrer dos cortes de cada mês, orientá-lo sobre shampoos, tratamento e até mesmo na indicação de um bom médico especialista em queda de cabelo.

Geralmente tenho o costume de fazer indicações de peelings capilares para retirar células mortas do couro cabeludo.
desobstrução e dilatação dos bulbos capilares para que o tratamento tenha um melhor resultado, seja com o uso tópico de loções, shampoos e outros.

Existem no mercado vários shampoos que encorpam os fios, shampoos anti quebra, anti queda e reforçam o couro cabeludo.

Fica aí uma dica muito interessante. Vale a pena cuidar melhor dos seus cabelos seja  atencioso com suas madeixas.

O seu cabelo se torna cada dia mais importante para a sua sociabilização, empregos e auto estima. Cuide bem da sua juba! Cabelo bem cuidado,  aparência agradável.

Leia mais:

Alimentação saudável

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Morre o ícone fashion Karl Lagerfeld

Próximo

Cinco filmes inteligentes que você precisa assistir