Débora BlandaDestaques

O poder da Insônia

O poder da Insônia

Não estou aqui para falar do poder da insônia enquanto doença, incapacidade de dormir. Não é insônia de quem toma remédio, que não te deixa dormir de noite e te destrói no dia seguinte. A Insônia que eu quero falar é a insônia dos criativos, dos ansiosos, de gente que não espera fechar os olhos para sonhar.

O poder da Insônia

Essa Insônia tem várias formas. Tem uma que simplesmente te abraça. Te nina, mas não te deixa dormir. Ela é poderosa no seu silencio, na sua escuridão. Você escuta seus pensamentos, você enxerga lá no fundo da própria alma. Você encontra sua voz, suas convicções. Você se torna maior que o tempo, maior que a distância. Você descobre que você é mais do que aquilo que você vê e ouve. Você sente. Você se perde nos seus pensamentos, nos seus sentimentos. Por um instante é como se você não fosse mais matéria, como se você não fosse real. Mas você é, eu acho… E em momentos como esse, de madrugada, seu corpo clama por descanso e sua mente demanda consciência, criações, respostas, mais perguntas. E, quando é só você com você mesmo, você se descobre. É quando você prova para você mesmo que você é aquela pessoa que você queria ser, que você aparenta ser. Ou então você descobre que na luz do dia você é uma pessoa diferente dessa aqui, debaixo da lua e das sombras. Essa Insônia é poderosa, ela carrega um espelho e se veste de consciência.

2

Ela pode ter forma de impulso criativo. É a hora que você tem aquela ideia genial que você tanto precisava, que você faz sua lista de afazeres pro dia seguinte. É quando você termina seu projeto, seu TCC, seu namoro, aquele livro. É quando você decide que vai mudar o mundo mesmo, começando na próxima manhã. Você descobre como juntar um dinheiro extra para aquela viagem dos sonhos, você planeja como pedir a pessoa amada em casamento. Você toma decisões de presidente da república, resolve um mundo com os milhões que você ainda não tem, mas se ganhar estará pronto para usá-los, sem se corromper. Você reforma a casa. Você pratica o seu discurso, a sua fala, você imagina a cena do monólogo seja com um ex-amor, um parente, um chefe, um amigo. Você traça o plano B, o plano C ou simplesmente conclui que precisa de um plano. Eu não sei se esse você é você. Talvez algum desses vocês seja, em partes, você. Eu sei que essa forma da Insônia pode ser produtiva e pode ser viciante. Mas ela normalmente tem prazo de validade, e quanto o alarme te desperta, na manhã desse dia, você acorda o mesmo de antes dela. Você deixa suas fantasias no travesseiro e corre a vida da realidade. Essa insônia é uma sementinha, as vezes ela germina. As vezes não.

4

A última Insônia que eu quero compartilhar com você é a Insônia dos preocupados. É de pura ansiedade, as vezes medo. São os “sarás” e “e ses”. Será que vai dar certo? Será que foi o suficiente? E se eu tivesse falado? E se eu tivesse tentado mais? E se eu tivesse perdido menos tempo? Essa é poderosa. Ela pode te motivar a fazer diferente. Ela pode ser a alavanca que você precisa. Mas ela pode também te travar. Te aprisionar nas possibilidades que jamais serão realidade. Se você tem tido essa Insônia, vai por mim, desapega. Eu sei que é fácil falar e difícil fazer, mas algumas coisas você simplesmente não pode mudar. Algumas coisas fogem ao nosso controle. O passado é uma delas. A gente pode sempre tentar mitigar, a gente pode fazer diferente, aprender com os erros. Mas ficar remoendo não leva a lugar nenhum. Seja mais corajoso ontem do que você foi hoje. Não perca as oportunidades que vierem. Não crie arrependimentos, mas se criar, não colecione eles debaixo do travesseiro. Bola frente. Que cada hora perdida te lembre que não é para parar, como diz uma canção que eu gosto muito (Até que a casa esteja cheia, Rodolfo Abrantes). Sim, fácil falar, difícil fazer. Mas se dê uma chance, e vai tentando.

3

O que te mantém acordado? Eu não sei aonde sua mente vai antes de você dormir. Eu não sei que tipo te pensamento te mantém acordado até tarde. Pode ser seu filho que ainda não chegou em casa, pode ser o próximo episódio da sua série de TV. Mas eu acho que o que te mantem acordado tem um certo poder sobre você. Pode ser motivo de orgulho, pode ser um hábito que você quer mudar. Seja qual for o caso, é algo poderoso. É algo para pensar e, quem sabe, te deixar um acordado na próxima madrugada.

5

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Equilíbrio e Gratidão

Próximo

Egito