DestaquesFernanda Mello

Nosso lado B

Nosso lado B

Nosso lado B

Ilustração: By Liz Clements

Por Fernanda Mello

Nunca permita que ninguém te deprecie. Nem de brincadeira. Isso é violência verbal.

Contudo, caso isso aconteça, não acredite que seja verdade. Só os fortes, gentis, e de

bem com a vida são capazes de elogiar com o coração.

Anote aí, antes de chorar e sentir pena de si mesmo: gente pequena sempre vai querer

diminuir você para se sentir melhor.

Então, com todo o respeito do mundo, MANDE À MERDA.

Leia mais textos da Fernanda

Goste de Você.

É estranho escrever sobre você. Ou para você. Porque outro dia você era apenas uma hasthag com nome de música.  E, de uma hora pra outra, a hasthag virou sorriso. Risada. Abraço apertado. E um bom dia com voz rouca que me emociona só de pensar.

Sim, o Nirvana nos uniu. Ou #anothergirl. Sei lá. A verdade é que eu nunca acreditei muito na gente porque você é parecido demais comigo: ambos calejados por amores passados. Ambos com alma livre. Ambos adoradores natos da solidão (e da diversão).

Mas aí surge essa coisa que move o mundo (e que não se explica, graças a Deus!). A gente foi se deixando conhecer. Foi se pesquisando.  E, quando vi, parecia que já te conhecia há anos, num abrir e fechar de geladeiras sem cerimônias (e sem fim). Pela primeira vez, eu não tenho urgência de saber o que vai resultar disso tudo (sempre fui apressada nessas coisas de amor). E não é por falta de gostar,  que fique bem claro.

Pela primeira vez, eu quero  que o agora não acabe. Porque não quero perder meu tempo pensando num futuro incerto, sendo que o sorriso mais bonito do mundo está dormindo, nesse momento, bem aqui ao meu lado.

(Esse texto é para dizer que eu gosto, sim, de você).

Amores bem resolvidos X Pessoas mal resolvidas

Mar íntimo

Fernanda Mello

Fernanda Mello

Escritora e compositora, Fernanda Mello ficou conhecida por seu blog Coração na Boca e por suas inúmeras letras para bandas como Jota Quest, Tianastácia, entre outros, incluindo sucessos como: “Só hoje, “O que eu também não entendo”, “Mais uma vez”. Autora de 4 livros (Princesa de Rua, O menino que queria abraçar o mundo, Amor na TPM e Amar é punk), Fernanda também conta com um canal de crônicas digitais no youtube, que somam mais de um milhão de acessos.

Anterior

A Pessoa Errada

Próximo

Coisas boas da vida