DestaquesDestrinchando

Música

Música

Música

Por Leandro Rallo

Um pouco da minha trajetória musical.

Selecionei algumas pérolas que realmente fizeram de mim um ser feliz e realizado por ter vivido tais experiências sonoras.

Costumo dizer que temos de prestar muita atenção nos pequenos sinais que a vida nos dá quando ainda crianças. Por ser caçula lá de casa, tive o prazer de ser inserido no cenário musical por conta do gosto
apurado dos meus pais e irmãos amados, que literalmente me educaram ouvindo coisas boas, independente do gênero musical.

Mas quando digo para prestarmos atenção nos sinais, bem garotinho eu já ia pra casa dos amigos, onde além de montar o som, aproveitava para tocar nas festinhas do bairro, sempre antenado nos BPMs.

Nunca imaginei que depois de certa idade isso se tornaria uma profissão tão prazerosa. Recordo-me que quando tinha apenas 16 anos, cheguei a tocar inúmeras vezes na extinta Le Galop.

Fazendo trilhas sonoras para os desfiles de moda na época, onde, meu cabelo por ser comprido, sempre dava uma embolada nos rolos Akai parafusados na parede da cabine de som.

Coisas do passado, tanto os rolos, quanto os longos cabelos. Remoendo aqui nas minhas pastas de tracks antigas, mas eternizadas na minha mente, resolvi fazer uma playlist que marcaram não só a minha como a vida de pessoas do mundo todo, eternas apaixonadas por música eletrônica.

Para você que está plugado na internet nesse exato momento, facilitará as coisas. Basta copiar e colar os links no YouTube. Garanto que a leitura desse texto ficará bem mais excitante. Big Love – Pete Heller (LP version) – Talvez uma das primeiras festas que toquei em Belo Horizonte.

Foi na casa do Pedro Palha, no Belvedere. O Flavão Morais me colocou para tocar num guindaste de dez metros de altura. Foi lindo, me lembro como se fosse hoje quando toquei essa pérola. Tudo perfeito, única parte tensa foi que a pista estava tão boa que esqueceram de mim lá em cima durante quatro horas, uma delicia.

Laurent Garnier -The Man With The Red Face (Original Mix) – Minha primeira GIG internacional na Europa. No Club mais antigo de Barcelona, o inesquecível KGB. Entrei para tocar as quatro, quando deu nove e meia da manhã, soltei esse hino.

Vieram todos para a cabine. Chorei.

Soul Central -Strings Of Life (Martijn ten Velden Mark Knight Toolroom Mix) – Fui o primeiro DJ a tocar na cabine da Privilege em Búzios. Era uma sensação de euforia e tensão, primeiro por ser um mineirinho tocando para pessoas do mundo todo, depois por ter tido o prazer de inaugurar um Club desse nype.

Minutos antes de tocar, um grande amigo, na época aspirante a DJ, me deu um CD e disse para tocar a sexta música. Abri a pista com ela. Ninguém a conhecia, muito menos eu.

Nunca tinha ouvido e tocado uma música com tanta energia na minha vida. Toco ela ate hoje com a mesma emoção.

Lil Louis – French Kiss – Seis e meia da matina, sol nascendo dentro da cabine da Privilege. Vista para o mar. Pessoas se pegando. Gozamos juntos. Jaydee – Plastic Dreams HQ (Original Long Version) – Deputamadre, cinco e meia da manhã, festa da Adidas Spirit. Música certa, na hora certa com as pessoas certas.

Parecia mentira, mas era real. Todos em um único ritmo, todos na mesma sinergia. Coisa de Deputamadre.

Michael Gray -The Weekend (Extended Vocal Mix) – Fui residente do beach club Fishbone em Búzios por seis anos. Tocava de short, sem camisa, com o pé na areia, todos os dias do verão, de quatro às oito da noite.

Num belo sábado de janeiro, uma garotinha de aproximadamente seis anos, gringa, linda, loira de olhos claros, vermelhinha por causa do sol escaldante, entrou na cabine e começou a cantarolar essa música inteira ao meu lado. Nesse dia entendi que não tem idade para a cena eletrônica.

Kings of Tomorrow – Finally (Original Extended Mix) – Minha música preferida de tocar na boate mais charmosa do Brasil. Quem viveu a época áurea da Na Sala sabe o que estou dizendo.

Literalmente todas as meninas dançavam com as mãos para o alto com uma bela deu uma taça de champanhe borbulhando. Inesquecível. Muito bom compartilhar um pouco dessa nostalgia sensorial.

Confira no link abaixo que tem um pouco de coisas que andei produzindo.

Download liberado. Vai que você se emociona com minhas músicas autorais…

Motos Custom

https://soundcloud.com/leandrorallo

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Forma de Amar

Próximo

Fim da era