Blenda GirardiDestaques

Memória Muscular

Memória Muscular

Memória Muscular 2

 

Destrinchando

Por Blenda Girardi

Aí o frio te deixou preguiçoso e você parou de malhar. Ou, ainda este ano, o projeto fitness só ficou no papel. E então, você pensa: ah, mas ano passado eu fiz bonito. Ano retrasado em malhei religiosamente. Meu corpo reagirá rapidinho quando eu voltar.’

Traduzindo acima: a tal memória muscular: É lenda de academia? Vício de linguagem? É realmente possível um músculo ter memória? Olha gente, realmente, o corpo humano é a máquina mais maravilhosa que possa existir. É nítido perceber que realmente só DEUS em sua perfeição para ter criado o corpo humano.

É fascinante. Isso acima, esse tal papo de que músculo pode ter memória, não é lenda urbana não. É uma realidade. E para ficarmos ainda mais boquiabertos com as maravilhas que DEUS cria, ainda há dois tipos de memória muscular. Uau!

Quem nos explica isso é o Doutor Ivan Togni Filho, médico em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Ele esclarece: “A primeira memória muscular está relacionada a memorizar determinados movimentos, por isso não esquecemos como é andar de bicicleta, por exemplo. Essa memória é regida pelo cerebelo, parte do cérebro que coordena as atividades músculo-esqueléticas.” Ok.

E a então segunda memória muscular? “Já o outro tipo explica a rápida resposta dos músculos ao treinamento de força, mesmo depois de um período sem exercitá-lo. É que se você ficar mais de meses sem treinar, o retorno exige toda uma adaptação e você vai perder força e condicionamento.

Mas, ao mesmo tempo, é muito mais fácil aumentar a síntese proteica e promover a hipertrofia.” É gente! Tá vendo aí? Mais um incentivo pra você treinar! Não importa quando comece, antes tarde do que nunca! Sempre haverá alguma vantagem em termos feito algum exercício físico! Não há dúvidas que nosso corpo foi feito para se exercitar!

Claro que o ideal, depois de consultar os profissionais correspondentes, é você manter o ritmo e rotina aplicada por seu professor.

Para encerrar, o médico nos anima: “ Além de facilitar a vida de quem ficou um tempo fora da academia, a memória muscular auxilia no tratamento de uma série de condições como a atrofia e perda muscular com o passar da idade.“ Ou seja, quanto logo você começar, melhor! Não há desculpa! Exercite-se!

Leia mais:

Bella Falconi – Entrevista

Sucesso na vida

Blenda Girardi

Blenda Girardi

Bailarina profissional há mais de 20 anos. Primeira bailarina clássica em sua companhia em Belo Horizonte/MG aos 19 anos e posteriormente, dedicou-se a todos os outros estilos de dança. (Jazz, contemporâneo, jazz funk, hip hop,
samba, musicais, etc). Formada também em Educação Física, estudante de teatro e canto atualmente.

Trabalha em programas de tv, como o ‘Domingão do Faustão’, da Rede Globo de Televisão, nos quadros que necessitam de bailarinos., fotografa como modelo para campanhas, etc.

Tem um solo show intitulado ‘Samba De Ponta’; que é um misto de samba com ballet nas sapatilhas de ponta, fazendo apresentações em eventos nacionais e internacionais. Destaque para o encerramento da Copa do Mundo de Judô, transmitido ao vivo pelo SPORTV, canais Globo.

Hemisfério Óptico
Anterior

Hemisfério Óptico

Sintomas da menopausa
Próximo

Sintomas da menopausa