Blenda GirardiDestaques

Maturidade emocional

Maturidade emocional

Maturidade emocional

Destrinchando

Por Blenda Girardi

Hoje gostaria de falar com vocês sobre outro tipo de saúde. Dessa vez, sem nenhum especialista. Quero apenas compartilhar com vocês o que ando observando a respeito de saúde.

Não a saúde física. Mas a saúde emocional. Da alma. Das nossas emoções. Se suas emoções e sentimentos diante das reações mais desafiadoras da vida tivessem uma idade, qual seria? Ou talvez, que cheiro teriam suas emoções?

Nos preocupamos tanto com a saúde dos alimentos, daquilo que colocamos no prato, mas já observaram como tem tanta gente velha e imatura? Imatura de ouvir verdades, imatura para discernir seu papel num  todo. Hoje, muitos se intitulam especialistas em motivação, e, sem querer desmerecer ninguém, será mesmo que tudo o que estamos compartilhando tem maturidade?

É, a palavra que me vem para a coluna de hoje se chama maturidade. Maturidade emocional. O que temos alimentado nossas mentes? Quantas vezes, nos últimos tempos, temos nos deparado com pessoas que não conseguimos falar de determinados assuntos porque hoje em dia, simplesmente ‘ofende’? Seria mesmo uma ofensa ou a tal falta de maturidade? Porque ainda que não tenhamos um diploma, ainda que não tenhamos um curso no exterior ou falemos outros idiomas, sem maturidade, tudo isso é perdido. De nada vale.

Muita inteligência, zero sabedoria. E sabedoria vem com maturidade. Será por isso que esta é a chamada geração ‘mimimi’? Será por isso que os jovens de hoje são os tais ‘nutellas’ da internet?

Falta de conhecimento não é. A internet chega a lugar inimagináveis. Logicamente, a informação também. Então a pergunta em voga é: qual seria esta informação? Ou seria a falta dela? Muitas perguntas, bastante reflexões. Por fim, levanto a questão: temos maturidade saudável emocionalmente? Estamos velhos e imaturos? Ok, a maturidade vem com o tempo. Mas o tempo endurece. O tempo não é curandeiro. Ele não resolve tudo.

Se não, não teríamos tantos adultos em seus 35, 40 anos ainda morando com os pais, jogando vídeo game nos fins de semana. O que ainda falta nesta busca de maturidade? Encerro o texto de hoje enfatizando que isto é apenas um desabafo em que gostaria de compartilhar.

Questões que, assim como entendo que podem acrescentar em minha vida, pode também acrescentar à sua. Apenas um psicólogo ou profissional capacitado pode ir clinicamente a fundo com isso.

Leia mais:

Feijoada Somos todos João

5 dicas escrever um projeto social

Blenda Girardi

Blenda Girardi

Bailarina profissional há mais de 20 anos. Primeira bailarina clássica em sua companhia em Belo Horizonte/MG aos 19 anos e posteriormente, dedicou-se a todos os outros estilos de dança. (Jazz, contemporâneo, jazz funk, hip hop,
samba, musicais, etc). Formada também em Educação Física, estudante de teatro e canto atualmente.

Trabalha em programas de tv, como o ‘Domingão do Faustão’, da Rede Globo de Televisão, nos quadros que necessitam de bailarinos., fotografa como modelo para campanhas, etc.

Tem um solo show intitulado ‘Samba De Ponta’; que é um misto de samba com ballet nas sapatilhas de ponta, fazendo apresentações em eventos nacionais e internacionais. Destaque para o encerramento da Copa do Mundo de Judô, transmitido ao vivo pelo SPORTV, canais Globo.

Feijoada Somos todos João
Anterior

Feijoada Somos todos João

Materiais descartados
Próximo

Materiais descartados