DestaquesDestrinchando

Maternidade

Maternidade

034362da843258eba337244f5c71d797

Por Amanda Ferr

A hora e a vez da maternidade

Tenho trinta e dois anos e 90% das minhas amigas estão casadas e com filhos.

Estudaram, se formaram, casaram e procriaram. Seguiram o protocolo. Daqui pra frente devem ser felizes para sempre, pelo menos é que se diz nos contos de fadas.

Já eu, sempre fui avessa, fiz o caminho inverso, e enquanto elas morriam em cima de suas monografias, eu apresentava peças de teatro, andava meio hippie pelas praças e me arrepiava só de ouvir a palavra faculdade.

Enquanto elas procuravam um namorado que cumprisse os pré-requisitos para um bom marido e pai de família eu me apaixonava por meninos dez anos mais novos que eu.

De faculdade, hoje sou P.h.d, passei por três cursos, e abandonei um a um. Não tenho namorado, e ter um marido não me passa pela cabeça e o tal relógio biológico que apita para maternidade, em mim ainda não apitou. Se ainda vai apitar, não sei, mas não pretendo congelar meus óvulos por conta disso. E adoção não é uma opção.

Abominável mulher sem coração,devem pensar vocês. Não tem instinto maternal. Protesto excelência. Tenho e muito. Sou mais mãe do que filha da minha mãe. Sou mãe de uma linda yorkshire e aí, só os que tem cães, poderão me entender e costumo ser maternal até com amigos e namorados, mas sinceramente, enjoos, seios cheios de leite, barriga crescendo, contrações, parto, amamentação, curar umbigo, noites de insônia, fraldas, chazinhos, cólicas e mamadeiras não me seduzem.

Tenho planos mirabolantes, projetos incalculáveis e sonhos, muitos sonhos. Ora bolas, em que intervalo vou encaixar um bebê? Só de imaginar uma criança colorindo as paredes fico a beira de um ataque de nervos.

Ainda bem que evoluímos ao ponto da maternidade se tornar uma escolha e não uma obrigação. Se isso tivesse acontecido antes, poderíamos ter evitado muitos traumas de infância em adultos enjeitados, traumatizados e espancados que andam fazendo transbordar as salas de psiquiatras e psicanalistas.

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

O Olho é Turco

Próximo

Hotel Cultural