DestaquesLucas Machado

levis

Levis

Levis

levis

Por Lucas Machado

Ilustração: Augusto Mollinari

“No histórico da comunicação da marca Levi’s, o produto é sempre o herói. A Levi’s, é uma cartilha para o mundo publicitário repleta de irreverência, humor, polêmica e musicalidade.”

Fábio Siqueira, publicitário.

Foi na Califórnia, terra do Vale do Silício, do skate, surfe e de grandes bandas de rock, que surgiu a Levi’s, marca de jeans que se consagrou vestindo trabalhadores, atrizes e atores, empresários, presidentes e todos os tipos de pessoas, sem distinção, fazendo com que sua presença passasse a habitar o imaginário mundial. Democratizou, em plena corrida do ouro, o produto que iria revolucionar a forma de vestir.

Levi Strauss, um imigrante alemão de 24 anos, deixou Nova York com destino a San Francisco, com uma pequena oferta de produtos que havia comprado. A intenção era abrir um negócio com o irmão: lonas para carroça e cobertores de cavalos. Logo após sua chegada, um garimpeiro queria saber o que Mr. Levi Strauss estava vendendo.

Quando disse que ele tinha telas ásperas para cobrir tendas e fazer coberturas, o garimpeiro disse: “Você de- veria ter trazido calças”. O homem completou dizendo que não conseguia encontrar, naquela época, nada que fosse forte o suficiente para durar e resistir ao trabalho robusto.

Strauss, com técnica e tino para negócios, criou uma fórmula revolucionária. Em vez de fabricar lona para fazer tendas, transformou-as em um macacão de cintura alta. Ao mesmo tempo em que a peça se tornava cada vez mais popular entre os trabalhadores, eles mesmos se queixavam que o atrito do pano com a pele dificultava o trabalho.

Foi quando Strauss passou a comprar tecidos chamados jeans, em Gênova, na Itália, feitos de algodão. Os tecidos foram reduzidos para caber com um ajuste confortável. Suspenderam dois botões na parte de trás, e quatro na frente. Não havia presilhas, embora tiras e uma fivela tenham sido costuradas na parte de trás das calças para apertar a cintura.

Assim foi criada, em São Francisco, na Califórnia, a Levi Strauss & Co. em 1853, para comercializar produtos e utensílios domésticos, em especial, calças para os trabalhadores da época. Já em 1873, devido à enorme demanda, surgiu a necessidade de aprimorar o produto principal, as calças jeans.

Strauss convidou um velho amigo alfaiate chamado Jacob Davis, e eles patentearam a marca em 20 de maio de 1873 – o dia é tão marcante que nessa data, se comemora o Dia Mundial do Jeans.

A empresa cresceu e a concorrência também. Davis substituiu a confecção de linho por uma versão mais forte de cadarço de sapato, introduziu um zíper e uma tarjeta de couro estampando a marca. Assim surgiu a calça jeans mais vendida em todo o planeta até os dias de hoje, a Levi’s Original 501.

A família Strauss e seus sucessores são tão conhecidos e famosos como suas campanhas publicitárias – James Dean, Marlon Brando e Bill Gates já foram garotos-propaganda da Levi’s; e Steven Spielberg produziu alguns vídeos da marca usando bandas como Creedence e Rolling Stones.

Mesmo hoje não estando mais na velha corrida do ouro, os Strauss criaram dezenas de estilos e variações diferentes de seus produtos para transcender tendências; percorreram um longo caminho, mas fizeram história e permanecem como um grampo nos guarda-roupas e nas prateleiras de todo mundo.

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Óculos Ray-Ban

Próximo

Harley Davidson Historia