Blenda GirardiDestaques

Lâmpadas fluorescentes

Lâmpadas fluorescentes

Lâmpadas fluorescentes

foto: taikerlen

Destrinchando

Por Blenda Girardi

Passamos cada vez mais tempo em ambientes cada vez mais fechados. Horas e mais horas de trabalho, até virar a noite. Seja no escritório ou trabalhando em casa, elas estão em praticamente quase todos os lares brasileiros: as lâmpadas fluorescentes. E o que tem isso a ver com a nossa saúde? Tem, tem tudo a ver.

O rompimento do bulbo de uma lâmpada fluorescente lança na atmosfera uma poeira fosforosa, rica em vários metais pesados altamente tóxicos, como o vapor de mercúrio. Esses metais são extremamente nocivos a saúde, pois vão direto para os alvéolos pulmonares de quem estiver exposto a eles, e, por isso, não podem ser jogados com o lixo comum. (fonte: site gshow).

É, agora você imagina isso multiplicado em cada cômodo da sua casa. Haja lâmpada para apagar! Pasmem amados leitores, para o que a dermatologista e colunista do site ‘Dicas De Mulher’, Daniela Hueb, afirma: “cerca de 33% dos radicais livres da nossa pele são gerados pela luz artificial, e elas também são responsáveis pelo aparecimento de manchas, já que alteram a pigmentação da pele.”

Portanto, você pode estar aí pensando: ‘é, mas é mais seguro eu me manter num ambiente longe da luz solar.’ O endocrinologista e pesquisador norte-americano Michael Holick, considerado um dos maiores especialistas do mundo em vitamina D, explica que o tempo médio ideal para uma pessoa metabolizar a vitamina D seria de 15 a 20 minutos por dia ao sol, sem nenhum protetor solar nos braços, pernas, abdome e costas, mas com o rosto sempre protegido. Porém, o profissional enfatiza que, ainda assim, há uma série de fatores, como a estação do ano, ou a localidade geográfica, que podem interferir nesta ação em favor
da saúde.

Ou seja: é saudável usar protetor solar em ambientes fechados. É proteção para a sua pele. Mais ainda: é procurar seu dermatologista e conversar com ele a respeito de sua rotina, ambientes e tirar todas as suas dúvidas. Procure-o. E, sempre que possível, apague a luz. Faz bem para o ambiente, para a sua pele, e também para o seu bolso.

Leia mais:

O Teatro Mágico

Kaká Chazz

Blenda Girardi

Blenda Girardi

Bailarina profissional há mais de 20 anos. Primeira bailarina clássica em sua companhia em Belo Horizonte/MG aos 19 anos e posteriormente, dedicou-se a todos os outros estilos de dança. (Jazz, contemporâneo, jazz funk, hip hop,
samba, musicais, etc). Formada também em Educação Física, estudante de teatro e canto atualmente.

Trabalha em programas de tv, como o ‘Domingão do Faustão’, da Rede Globo de Televisão, nos quadros que necessitam de bailarinos., fotografa como modelo para campanhas, etc.

Tem um solo show intitulado ‘Samba De Ponta’; que é um misto de samba com ballet nas sapatilhas de ponta, fazendo apresentações em eventos nacionais e internacionais. Destaque para o encerramento da Copa do Mundo de Judô, transmitido ao vivo pelo SPORTV, canais Globo.

Responsabilidades
Anterior

Responsabilidades

Jovens de 17 a 21 anos preferem as marcas engajadas
Próximo

Jovens preferem as marcas engajadas