DestaquesDestrinchando

Harley Davidson

Harley Davidson

 

Destrinchando

Com toda certeza, os criadores jamais imaginariam que o que começou em 1901 se transformaria em um dos maiores impérios da indústria mundial.

Os dois amigos, Willian S. Harley e Arthur Davidson trabalhavam numa empresa automotiva, um como desenhista de esboços e o outro como criador de padrões. Com a ajuda de um amigo que tinha conhecimento das motos europeias, eles começaram num pequeno barracão as experiências como motores e modelos.

De lá para cá, muita coisa mudou. A Harley se tornou, no começo, um símbolo de rebeldia entre os jovens, que tinham na motocicleta um ícone da liberdade.

Apesar de associada à rebeldia, foi muito útil aos EUA durante as duas grande guerras, se mostrando desde já um veículo prático, pois mesmo sendo uma moto de grandes dimensões, se saiu muito bem nessas guerras, tanto que teve modelos adaptados para suportar os terrenos nada lisos. Ela fez tanto sucesso nas fileiras militares que até armas foram feitas ou adaptadas para servir os soldados que as usavam.

Sucesso garantido também pelo patriotismo dos americanos, que no começo tinha poucos modelos, aumentou a sua linha de produção, visando atingir ao maior número de pessoas possível.

Durante muito tempo e devido ao sucesso de alguns filmes, ela foi associada a rebeldia e a maus costumes, o que parece, para alguns, a fez parecer mais atraente. Mas algum tempo depois, a moto perdeu essa característica e passou a ser vista como um veículo prático, econômico e, no lugar da rebeldia, símbolo de liberdade.

Hoje ,existem essas motos em praticamente todo mundo, sendo exportada para a grande maioria dos países.

Uma das vantagens é que ela permite ao seu dono a opção de customizar sua moto, ou seja, através de uma série de acessórios feitos pela própria marca, é possível ter uma moto diferenciada, mesmo dos modelos que saem de fábrica iguais.

E é disso que vem grade parte da receita do bolo. Uma infinidade de acessórios para as motos, assim como para seus donos, que encontram hoje em dia, praticamente de tudo relacionado à marca, de artigos para as motos, passando por roupas e até os chamados “memorarias”, ou itens de coleção, como isqueiros, copos, tapetes, enfim. Pense em algo e provavelmente a Harley o terá com a sua marca.

Pra se ter uma ideia da força da marca, até grandes fabricantes de automóveis lançaram modelos específicos com a marca Harley Davidson.

A marca hoje está consolidada no mundo todo, inclusive no Brasil, onde já tem uma legião de amantes. Mas uma coisa que pouca gente sabe é que, justamente no Brasil está a única fábrica fora dos EUA.

Por questões econômicas, a zona de franca de Manaus foi escolhida para sediar a fábrica que, por enquanto, funciona mais como uma montadora, pois a grande maioria das peças vem de fora, sendo que no Brasil são fabricadas apenas as necessárias para que elas levem o título de nacionalizada.

Para nós, uma grande honra e, para os brasileiros, a abertura de um mercado que cresce a cada dia, com o crescimento também nas vendas de acessórios, peças e oficinas que tratam de deixar a máquina coma cara de seu dono.

Leia mais:

Carros antigos e cinema

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Saúde física e mental

Próximo

COMO OS HOMENS PENSAM