DestaquesDestrinchando

Hábitos alimentares saudáveis

Hábitos alimentares saudáveis

Hábitos alimentares saudáveis

Age of Happiness

Destrinchando

Reeducação alimentar e prática de atividade física em conjunto traz melhores resultados.

Seguir à risca e com disciplina uma rotina saudável com dietas e exercícios físicos não é nada fácil. A preguiça, o desânimo e o estresse são os vilões diários que rondam todo indivíduo.

No entanto, segundo um estudo divulgado pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), treinar acompanhado, seja de um amigo, namorado ou até mesmo um parente, pode auxiliar na redução do estresse e na motivação para continuar a prática da rotina saudável.

Para o médico nutrólogo Lucas Penchel, o que a pesquisa aponta pode ser notado diariamente nas academias. “Pessoas que costumam treinar acompanhadas faltam menos, pois encontram estímulos no companheiro”, afirma.

Segundo ele, ao pensar em faltar, a pessoa tem a tendência a desistir por conta do parceiro. Pensando nisso, ele, que é diretor da Clínica Penchel, criou um projeto intitulado “Grupo de Emagrecimento”, no qual são disponibilizadas algumas vagas onde os participantes passam, em conjunto, por uma equipe multidisciplinar.

O projeto, que já está em sua 6ª edição e é pioneiro em Minas Gerais, conta com profissionais da área da nutrologia, nutrição, ginecologia e estética, além de uma psicanalista e um personal trainer. “A ideia do programa é unir uma equipe multidisciplinar para auxiliar pessoas que desejam perder peso e medidas, mas estão com dificuldades. Como o atendimento é em grupo, metas são traçadas em conjunto, o que motiva os resultados.

No final, torna-se uma disputa saudável”, conta Lucas. A nova edição do projeto tem início somente após o feriado de 07 de setembro, mas os resultados dos grupos anteriores são motivadores.

O adestrador de cães Augusto Farias Diniz Oliveira, decidiu se inscrever no grupo por indicação de sua namorada. “Ela notou que eu estava insatisfeito e infeliz com o meu corpo e me apresentou o projeto. Foi então que decidi que era preciso mudar algo para voltar a ser feliz e vestir minhas roupas que estavam aposentadas no armário”, explica Augusto. Ele conta que além dos 12kg e 23,5cm de medidas perdidos durante os 30 dias de duração do grupo, mais 5kg foram “para o ralo” por conta da continuidade da rotina saudável.

“No total foram 17kg a menos, mas o resultado final foi muito além disso. Notei que minha saúde melhorou. Antes eu ficava gripado pelo menos uma vez na semana. Hoje em dia, as gripes não são mais frequentes. Além do mais, eu também sentia dores de estômago. Após a reeducação alimentar elas acabaram. Mas o fator que mais mudou em minha vida foi a auto estima. Sentir bem comigo mesmo e com tudo foi uma das mudanças que mais me deixou feliz”, relembra Augusto.

Para ele, traçar metas em grupo foi de suma importância para alcançar os resultados, pois era um incentivando o outro a manter a alimentação correta e não desanimar em relação aos exercícios físicos.

Para que não haja frustração, Penchel ressalta a importância de traçar metas que sejam palpáveis. “Colocar como meta a eliminação de 15kg em um mês, pode frustrar o indivíduo.

Talvez ele até consiga, mas talvez ele não tenha estrutura ou nem precise perder tanto peso. Essas frustrações podem desanimar o paciente de continuar com os planos de mudar os hábitos e ter uma vida mais saudável”, aconselha o especialista.

Leia mais:

Dior faz aniversário no Brasil

A história do masculino sob medida

Destrinchando

Destrinchando

Pobreza não significa falta de dinheiro 1
Anterior

Pobreza não significa falta de dinheiro

Plural nos Jardins 2
Próximo

Plural nos Jardins