DestaquesDestrinchando

Gordura corporal ideal

Gordura corporal ideal

Destrinchando

A diferença entre homens e mulheres quando falamos da gordura corporal. confira;

Em um mundo onde as diferenças têm sido amplamente discutidas, me veio à mente: existe diferença entre homens e mulheres quando falamos em gordura corporal? Para minha surpresa, minha nutricionista disse que existem algumas semelhanças, mas também algumas características mais preponderantes em mulheres, e outras, em homens. Como assim?

A nutricionista funcional Ana Paula Gluck Karam explica: “Existe a gordura subcutânea (ou em forma de ‘pêra’) conhecida como ‘gordura mole’. Esta é a mais presente nas mulheres. Mas claro, em homens também pode aparecer. E há a gordura visceral; a então gordura ‘dura’. Já esta é a mais perigosa para a saúde, e a mais frequente em homens, porém, também pode afetar as mulheres.”

Karam comenta que esta última é a conhecida ‘barriga de chope’ ou em formato de maçã, pois ela se localiza mais ao centro do corpo. E como identificamos o tipo de gordura em nosso organismo? Voltamos para aquela frase já amplamente difundida aqui na coluna (e que não me cansarei de propagar!): nada como aquela consulta ao profissional capacitado para tirar todas as suas dúvidas e ir muito além da estética, e atentar para a saúde. No assunto em pauta, são as avaliações feitas com o adipômetro junto ao seu profissional, que se obterá um resultado seguro a respeito.

E como a nutricionista falou, a gordura visceral sendo a mais perigosa, segundo Ana Paula, “ela leva a uma série de doenças como hipertensão, diabetes, ácido único, colesterol e triglicerídeos altos.” Em meio a tantos sinais vermelhos, uma luz de esperança: de acordo com ela, esta gordura, por outro lado, é a mais fácil de eliminar, comparada ao outro tipo de gordura, a subcutânea.

Seja a gordura subcutânea ou visceral, mais predominante em homens ou mulheres, uma coisa é fato. Uma não. Duas. A primeira, é ir ao seu nutricionista consultá-lo e fazer todas as avaliações em favor da saúde. E a outra está atrelada à primeira: o primeiro passo, independente do tipo de gordura que seu organismo apresenta, é que é seu.

Leia Mais:

Fernanda Mello aborda amor-próprio e relacionamentos abusivos em seu sexto livro

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Fernanda Mello aborda amor-próprio e relacionamentos abusivos em seu sexto livro

Próximo

Glúten nem sempre precisa ser retirado da dieta