DestaquesDestrinchando

Fatores que influenciam na percepção das pessoas

Fatores que influenciam na percepção das pessoas

 

 

Destrinchando

Por Lucas Machado

“Teremos que nos arrepender nesta geração não apenas das palavras e ações odiosas das pessoas más, mas do espantoso silêncio das pessoas boas”

Martin Luther King Jr.

Já ouvimos dizer diversas vezes que juntos vamos mais longe que juntos somos mais, o conjunto faz um resultado maior e uma dezenas e diria centenas de comentários nesse sentido. Eu diria que procede pois, quando trabalhamos em equipe na maioria das vezes alcançamos grandes resultados. Vamos em diante. Para escrever esse texto eu tive a ideia e estou discorrendo tudo da minha própria cabeça, de acordo com sensações que tenho muitas vezes e acreditem, muitas vezes me deparo com a verdade.

Mas porque falar de fatores que influenciam a percepção? Muito simples pois se você consegue identificar tanto coisas pequenas quanto coisas de maiores dimensões, dentro da sua carreia e da sua vida profissional, alcançará voos maiores em um espaço menor de tempo e tempo é simplesmente TUDO. Se PERCEPÇÃO é a capacidade de absorvermos coisas, fatos e sentimentos, precisamos entender nossas capacidades perceptivas seus limites e alcances. E valorizar os recursos que existem para que possamos aprimorar as nossas.

Assim, para trabalharmos juntos em regime de cooperação, se torna fundamental que cada um de nós identifique seus erros, preconceitos e paixões, para nos libertar da realidade e assim nos separar do que você vê, e isso faz com que não interfira na sua visão macro da situação a qual precisa perceber. Nos apegamos a verdades que são na realidade, dogmas que encaramos como nosso próprio ponto de vista. Então separamos aqui alguns passos, que você precisa estar atento para que possa desenvolver sua própria percepção:

– Seja você mesmo todo o tempo. Mesmo que em algumas situações precise ser um personagem. Mas o principal é sempre ser você mesmo.

– Dê mais atenção as pessoas que escolher viver – Não permita que o estilo dos outros o incomode, porque não é o seu.

– Controle o negativismo mais não fuja da realidade. Nem todos os problemas de fato são realmente um problema, encare os obstáculos como oportunidades.

– Mantenha-se no presente. Tente esquecer o que as pessoas fizeram para você no passado, PERDOE isso sim é dar o seu melhor. Se que ser melhor foque no presente e no agora.

– Não seja pessoal. Se alguém lhe perturbar deixe de lado, converse em outro dia ou depois. Não reaja com ataques principalmente na frente de outras pessoas.

– Estimule sua percepção todos os dias. Seja mais receptivo, você não terá respostas todos os dias, então não espere que os outros tenham.

– Valorize as diversidades. Entenda que as diferenças aumentam ao conhecimento e a compreensão da realidade. Quando vivemos e falamos apenas de nossas experiências, sofremos de uma infinita falta de informação. Você deve ter a compreensão que você pode e deve ser você e ainda assim ser parte de um todo. Hasta !!

Leia mais:

É possível aprender a falar um idioma sem nem chegar perto da gramática?

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

É possível aprender a falar um idioma sem nem chegar perto da gramática?

Próximo

É somando que se tem o que dividir