DestaquesDestrinchando

Estratégia diferente para os estudos

Estratégia diferente para os estudos

 

Destrinchando

O resultado do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) foi divulgado! O período de volta às aulas chegou! Você não conseguiu aquele resultado esperado em 2018? Muita calma nessa hora! Que tal pensar em uma alternativa inovadora que pode potencializar suas habilidades e sua performance nos estudos?

Com tanta concorrência, é necessário se destacar dos demais. Uma das soluções que podem te ajudar a conseguir aquela vaga tão sonhada e potencializar os seus estudos é a prática da ginástica cerebral. Os avanços da neurociência comprovam que a estimulação cognitiva e a prática de atividades que instigam o cérebro podem desenvolver habilidades essenciais para os esstudos.

“A ginástica para o cérebro é baseada no conceito de neuro plasticidade cerebral, já comprovado pela neurociência. A ideia principal é a de que o cérebro pode se desenvolver de acordo com estímulos externos”, diz Solange Jacob, diretora pedagógica nacional do Método SUPERA, rede de escolas de ginástica cerebral pioneira no país, com mais de 350 unidades.

Com a prática, além de ter uma rotina de estudos organizada, os alunos podem treinar a concentração e foco, essenciais para o bom desempenho em provas e vestibulares– como o ENEM, em que cada minuto é precioso – e melhor absorção dos conteúdos e temas a serem estudados.

Eduarda Villiod tem 19 anos, é aluna do SUPERA Ribeirão Preto (SP) e percebeu os resultados em apenas três meses do curso: “Minha concentração melhorou muito de um tempo para cá. Fiquei muito mais confiante para fazer as provas, os simulados e me sinto mais confiante para fazer o ENEM”, conta.

A aluna de, 20 anos, conquistou vaga em 5 universidades federais e deve uma parte dos seus resultados às aulas de ginástica cerebral: “Acho o curso fantástico! A atividade que mais gosto e que mais ajudou com certeza foi o ábaco, pois sempre tive problemas na escola com lógica e matemática e com certeza melhorou muito meus resultados na área das exatas, principalmente durante os vestibulares. Senti um desenvolvimento também em interpretação de textos, uma vez que me ajudou a ter mais foco para me concentrar nos textos e questões das provas”, diz a aluna SUPERA Bento Gonçalves (RS).

Dentro das salas de aula do Método SUPERA, o aluno entra em contato com um método inovador, que consiste na prática do ábaco – instrumento milenar para cálculo; exercícios cognitivos, jogos educativos de tabuleiro e virtuais, dinâmicas em grupo e a prática da neuróbica– exercícios praticados no cotidiano que ativam os neurônios.

O método traz resultados que impactam positivamente no desenvolvimento das habilidades, estimulando os alunos a pensar fora da caixa e ter uma boa desenvoltura para enfrentar desafios; além de proporcionar resultados no raciocínio lógico e na concentração.

Por meio do convívio com os outros alunos e os jogos e dinâmicas educativas realizadas em sala de aula, o aluno desenvolve espírito colaborador, habilidade para estar aberto a novas ideias, lidar com desafios, comunicação, superação de conflitos e autoconfiança.

Sobre o SUPERA

Desenvolvido pelo brasileiro Antônio Carlos Perpétuo em 2006,  a ideia surgiu quando ele pesquisava ferramentas e recursos para ajudar o filho pequeno a se concentrar. O SUPERA é um curso que faz fronteira com a neurociência e que pode ser feito por pessoas de todas as idades.

Além de contribuir para o desempenho de estudantes (vestibulandos e concurseiros), o SUPERA aumenta a produtividade de profissionais, melhora o desempenho de atletas e mantém idosos ativos. Por estimular conexões neuronais, as atividades do método promovem mudanças de hábito e atitude, garantindo qualidade de vida.

Hoje, com quase 13 anos de história, a rede de escolas de ginástica para o cérebro já treinou mais de 120 mil alunos e está presente em 350 unidades espalhadas por todos os estados do Brasil.

 Método SUPERA

Leia mais:

Estética na recuperação de doenças

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Projeto COLD HOT

Próximo

Verdadeiros amigos