DestaquesFitnessLucas Machado

Escola de Samba

Escola de Samba

Escola de Samba

Por Lucas Machado

No carnaval as escolas de samba sempre usam e abusam de materiais de origem animal como plumas e penas. A Escola de samba, Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Águia de Ouro, não usará produtos de animais pois, segundo a própria escola não precisa de animais sofrerem para caíramos na folia.

A escola tece origem no ano de 1976, nasceu no coração do Pompéia, na Vila Anglo brasileira, na cidade de São Paulo. Mas teve seu início na cidade interiorana de Tietê.

Esse ano fará um desfile diferente em que não usará trajes em fantasias de origem animal, a diretoria da escola destacou que: “Não precisamos de nenhum animal para cairmos na folia”.

No seu facebook tem um vídeo dizendo que é a primeira iniciativa feita por uma escola de samba. Mesmo que haja algumas controvérsias que no ano de 2008 outra escola paulista tenha tido e praticado a mesma ideia.

Segundo a Agencia Nacional de direitos dos animais, informa através do seu site que as escolas de samba não abrem mão destes adereços. E que poucos se questionam sobre a origem de tantas plumas e penas que adornam os corpos das musas e foliões dos desfiles.

Além disso o RFI, espera que essa atitude seja levada a frente e usada por mais escolas para que os bichos não sofram com o uso abusivo.

O enredo da Águia de Ouro irá narrar o amor entre os seres humanos e animais e ganhou o tema: “Amor com amor, se paga. Uma história animal”. O vídeo segue abaixo e também. É isso ai carnaval consciente.

https://www.facebook.com/canimal/videos/1847586232185821/

último ensaio para o Carnaval publicado pela escola no Youtube:

 

 

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Desculpas mentiras

Próximo

Rösti culinária suíça