tranferência

Desafios da Responsabilidade Social

Desafios da Responsabilidade Social

Desafios da Responsabilidade Social

Foto: Divulgação

Destrinchando

Por Alexandra Santos

Responsabilidade Social é uma ação desenvolvida por determinada Instituição, que decide cooperar para melhoria da sociedade em vários aspectos, sendo alguns deles; na educação, inclusão social, meio ambiente, cultura, esporte, lazer.

Através desta iniciativa, é criado um projeto afim de dar a oportunidade a essas pessoas em obter conhecimento, conscientizando sobre o impacto a ser alcançado, promovendo a inclusão social, agregando valor à sua imagem, atingindo assim sua eficiência.

Responsabilidade Social é um assunto muito discutido pela sociedade, pois são grandes os impactos causados por algumas organizações. Os projetos realizados pelas Instituições, destacam-se por assuntos importantes como: melhorar e ajudar a população em alguns aspectos sociais, atender os interesses econômicos da sociedade, cuidar da sustentabilidade ambiental, dentre outros.

Uma gravidade no quadro de pobreza e miséria no Brasil, permite constante preocupação, e leva a reflexão sobre suas influências no aspecto social e, principalmente na área atuante junto a família, na qual as políticas públicas ainda se ressentem de uma ação mais expressiva. Para a “família menos favorecida”, marcada pela fome e pela miséria, a casa representa um espaço de privação, e instabilidade dos laços afetivos e de solidariedade.

A vulnerabilidade da “família menos favorecida” que se encontra desassistida pelas políticas públicas, se vê impossibilitada de responder às necessidades básicas, e de favorecer o aprofundamento acerca da construção de alternativas para o fortalecimento dos vínculos familiares.

Um estudo de campo foi realizado e vimos que, alguns princípios precisam ser considerados ao se propor políticas de atendimento à família, como: Mudar a ideia de uma família sonhada e ter a família real como alvo. A família pode ser fonte de afeto e também de conflito, o que significa que posso considerá-la uma
oportunidade, viva e em constante transformação. Olhar a família no seu contexto, toda sua vulnerabilidade e sua fragilidade, ampliando a oportunidade sobre ela.

Trabalhar com a escuta da família, reconhecendo sua forma diferente. Não olhar a família de forma separada, mas trabalhar com o conjunto familiar; se um dos membros está precisando de assistência, a família toda estará também. Centrar as políticas públicas na família, reconhecendo-a como público alvo dessas ações e como sujeito capaz de potencializar recursos.

O Estado não pode substituir a família. a família precisa ser ajudada. Não dá para discutir políticas públicas sem mencionar parceria com a família. Sabemos que, há muito ainda o que pensar sobre a situação real de famílias no contexto sociopolítico atual, e há um caminho a ser percorrido, mas este pode ser o primeiro passo…

Leia mais:

Entrevista Tico-Santa-Cruz

O Teatro Mágico

Alexandra Santos

Alexandra Santos

Certificada PMD-Pro - Gerenciamento de projetos profissional de desenvolvimento internacional. PM4NGOS/ Word Vision Internacional / CARE Internacional

Certificada RARO PROJECT -Training Center - Gerenciamento de projetos com PRINCE 2 - FATEC Faculdade de Tecnologia DP Comércio

PRINCE 2 - RARO PROJECT Training Center.

Diretora de Projetos de Desenvolvimento Social - Instituto Relute

Passagens aéreas e direitos do consumidor
Anterior

Passagens aéreas e direitos do consumidor

Inovações Criativas 2
Próximo

Inovações Criativas