DestaquesDestrinchando

Customizando gente

Customizando gente

Vamos dedicar também nossa coluna a alguns personagens que fazem parte do mundo custom. Eu digo isso porque essa coluna não é minha e sim de todos que gostam dessa forma de arte. Seja atuando na parte de customização de carros ou motos, seja participando de eventos ou simplesmente curtindo o mundo custom e customizando as coisas. Ou pessoas.

Customizando gente

Talvez muita gente já o conheça. Mas não custa apresentar. Ele é um cara engraçado e divertido e por algumas coincidências do destino (ou não), quem o conhece sabe que humor também faz parte de sua vida. Até seu apelido é ligado ao humor.

Artista nato, sempre desenhou, desde a infância. Cresceu e o gosto pela arte continuou fazendo parte de sua vida. Já mais maduro, participou do que foi um dos maiores movimentos musicais do mundo. Isso mesmo. Mundial.

Bozó foi vocalista da banda de heavy metal Overdose. A Overdose lançou o metal mineiro no cenário mundial, junto com a banda Sepultura. Pouca gente sabe, mas o primeiro LP (Long Play, disco de vinil usado antes dos CD’s, MP’s e afins) das duas bandas foi lançado em conjunto, com uma banda gravada em cada lado do disco.

Aí vocês me perguntam: O que isso tem a ver com carros, motos e afins? E eu respondo: Tudo.

Bozó sempre gostou da cena Hot Rod e sempre esteve ligado aos amigos que tinham seus carros e motos.  Como está até hoje.  Já fez inclusive desenhos que estampam tanques de motos custom.

E Bozó também sempre foi um customizador. Hoje em dia, faz tatuagens e tem tudo a ver com o mundo custom. E tatuagem sempre fez parte desse mundo.

Para vocês terem uma ideia de como essa ligação é forte, o guitarrista do Overdose, Serjão, também é tatuado e anda numa Harley Davidson, Dyna , customizada por ele mesmo.

Tem muita gente ligada a esse meio que não abre mão de suas tattoos. Motociclistas sem tatuagens são raros hoje em dia. E os motivos das tatuagens também abraçam o mundo dos carros e motos.  Tem muita gente que usa a tatuagem para expressar seu amor ao universo automotor.

Os temas são os mais variados possíveis, passando pelo carro ou moto do dono, ou simplesmente homenageando sua marca ou modelo preferido.  Ou sua paixão.

E não podemos esquecer que tatuagem também é customização, pois o tatuado passa a ser diferenciado pela arte em sua pele. Há muito tempo a tatuagem deixou de ser vista como uma coisa marginal e passou a ser uma forma de arte admirada em todo mundo. Ser tatuado hoje em dia é uma coisa normal.

E nada mais normal no universo dos carros e motos custom que seus donos também sejam customizados.

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Viva as mulheres

Próximo

Penne all'arrabbiata