DestaquesRaissa Fortes

Coworking era da colaboração

Coworking era da colaboração

Coworking era da colaboração

Por Raissa Fortes

A cada ano cresce no Brasil a utilização de escritórios compartilhados, seja por profissionais freelancers ou autônomos, seja por pequenas empresas ou startups, gerando um novo comportamento na forma de se trabalhar e de se relacionar com o ambiente de trabalho. Em poucas décadas não haverá mais escritórios formais de trabalho como conhecemos hoje e você, provavelmente, irá trabalhar em um escritório compartilhado – os Coworkings.

O termo coworking surgiu em 1999 e foi criado por Bernie De Koven e em 2005 foi usado por Brad Neuberg para descrever um espaço físico destinado ao trabalho, utilizado por um grupo de profissionais, avulsos, que precisavam de um local para trabalhar e compartilhar experiências.

Portanto, coworking é um modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaços e recursos de escritório, reunindo pessoas de diversos nichos de atuação que buscam um local democrático, fugindo daquele modelo clássico de hierarquização dos espaços de trabalho e a busca por networking de forma mais fluida. Profissionais que buscam desenvolver seus projetos de forma independente, com baixo custo e que fogem do isolamento do home office ou das distrações dos espaços públicos.

Um dos principais frutos do negócio é justamente o ganho de credibilidade perante seus potenciais clientes, parceiros e até concorrentes. É um espaço físico legitimado como local de trabalho. Seu empreendimento deixa de ser visto como um negócio doméstico e passa ser encarado com mais respeito e seriedade. Itens como internet de alta velocidade, salas de reunião, localização de destaque, segurança, café e água, recepcionista bilíngue, ambiente sofisticado com design corporativo e linha telefônica própria estão entre as
vantagens de se trabalhar em um ambiente como os coworkings.

Em Belo Horizonte a demanda por espaços como esse em 2017 cresceu mais de 5 vezes em relação ao ano de 2015. A busca pela diminuição nos custos mensais de um escritório formal, o estímulo do aumento da produtividade em contato com outros profissionais, a melhoria na apresentação dos negócios devido ao compartilhamento de informações, a flexibilidade dos modelos oferecidos como o escritório virtual e o favorecimento de parcerias são um dos fatores que acentuaram essa crescente demanda.

Não podia deixar de citar a inauguração do Coworking Santo Ofício, no coração do Santa Tereza e que tive o privilégio de fazer todo design, irá abrir suas
portas dia 09.08.2017 – dia mundial do Coworking. Vale a pena conferir! E se você tem dúvidas e sugestões com relação à coworking e espaços compartilhados, mande seu e-mail para raissafortes@hotmail.com

Confira as fotos:

 

Beijuss e até!

Leia mais:

Matheus Verdelho

Supla

Raissa Fortes

Raissa Fortes

Raissa Fortes é Designer de Ambientes, Desenhista, Advogada, observadora e curiosa, entusiasta do Design, das Artes e do comportamento humano.

Anterior

Como ser menos

Próximo

Vivendo um sonho