DestaquesFitnessLucas MachadoSaulo Arruda

Corrida e meditação

Corrida e meditação

236440f43b4243d3674960c28f35efea

Por Saulo Arruda

A Corrida: Uma forma natural de meditação

Não é novidade que a corrida praticada de modo adequado e espontâneo, ou seja, sem agressão ao físico traz grandes benefícios ao corpo e a mente.

Além disso, nestas condições amenas, ela pode nos levar ao estado de meditação, permitindo-nos correr sem perceber, suportar possíveis dores e avançar sem nos cansarmos.

Antes de seguir, considere o citado modo adequado e espontâneo, aquela corrida em que, passado um tempo maior de atividade, começamos a exercitar o sistema cardiovascular de forma totalmente automática, ou seja, mesmo diante de um intenso esforço físico, a circulação sanguínea consegue manter-se muito eficiente em transportar e distribuir nutrientes, oxigênio e hormônios para as células.

Mesmo não sendo psicólogo, minha experiência com as longas distâncias e as literaturas que aprecio indicam que, enquanto movimentamos, o nosso cérebro realmente se tranquiliza diante deste equilíbrio cardiovascular. Verdadeiramente, paramos de pensar; o que deixa nossa mente livre e absolutamente relaxada.

Nos dias de hoje, diante de tanta agitação, insegurança e pressão praticar corridas buscando esta harmonia entre os limites físicos e o equilíbrio de oxigênio é muito gratificante e também um diferencial competitivo, afinal esta conciliação nos torna profissionais mais positivos, resilientes e inteligentes emocionalmente.

Mas tudo acontece no momento certo! Conquistamos esta habilidade de concentração somente depois de algum tempo correndo de forma asseada e equilibrada.

Percebemos que a corrida desfila, sem esforço, solta e muito prazerosa. Atingir esta dádiva é como receber um certificado por “horas de voo”.

Além deste estágio de plenitude, vale relembrar que a dedicação ao esporte nos favorece pela produção de hormônios que nos tornam mais bem-humorados e em estado de completa satisfação; desenvolvem o nosso cérebro com a produção de novos neurônios, sem falar dos benefícios de um corpo em forma e um sistema imunológico mais eficiente como cita o consagrado Nuno Cobra, treinador físico e mental e autor do best-seller A semente da vitória.

Enquanto ultramaratonista e executivo que fui por muitos anos complemento que este estado meditativo torna os dramas sociais, pessoais e profissionais bem menores, o que é muito relevante.

Diante deste mérito, conseguimos ao mesmo tempo inspirar as pessoas do nosso convívio através de uma mente mais equilibrada, experiente, humana e feliz.

Por fim, segue algumas indicações para atingirmos esta condição meditativa:

– Insira corridas tranquilas e prazerosas em sua planilha semanal de treinos.

– Faça alguns treinos longos de forma solitária, inclusive sem músicas, para estimular a mente e o corpo.

– Prefira realizar provas desacompanhado, afinal todos nós temos “momentos de baixa e de alta” num percurso. Sozinhos evitamos negligenciar os sinais do corpo e da mente. Óbvio que algumas competições de caráter social devem ser feitas com os amigos e de modo festivo.

– Mesmo cansado, exercite manter o corpo ereto e um perfeito sincronismo entre pernas e braços.

– Exercite a consciência corporal, identificando os pontos de tensão durante o exercício e concentre-se em alterar a dinâmica dos movimentos para aliviar os incômodos, mesmo que temporariamente.

– E, tome consciência destas possibilidades que relatei. No mínimo, você confirmará que uma corrida serena e equilibrada nos revigora, tranquiliza e permite uma sensação de paz, satisfação e autoconhecimento.

Leia mais matérias:

No pain no gain

Aprenda a cuidar melhor do seu guarda-roupas

Saulo Arruda

Saulo Arruda

Mineiro de nascença e de coração, Saulo Arruda fez carreira na indústria automobilística por 28 anos. De auxiliar técnico à executivo vivenciou gratificantes e intensas oportunidades.

Consagrou-se Ultramaratonista por tanto aprender com os desafios físicos ementais que o Endurance Run lhe proporciona há mais de 18 anos.

Hoje, convicto de que sua dimensão humana pode transformar toda estabagagem em inspiração, Saulo compartilha experiências através de palestras sob demanda.

De forma descontraída e emocionante, Arruda explora a vida corporativa e esportiva como mundos distintos, mas não distantes. Um paralelo que permite metáforas, reflexões e ensinamentos que contribuem para elevar a performance das empresas e profissionais, além da qualidade de vida das pessoas.

Anterior

Rösti culinária suíça

Próximo

Recuperação depois do carnaval