DestaquesDestrinchando

Comando Bravo

Comando Bravo

Comando Bravo

 

O Comando Bravo, um dos mais antigos clubes de Hot Rod (carros antigos modificados com mecânica nova) do Brasil, surgiu em Belo Horizonte, em 1986.

comandobravo5

Fundado por alguns amigos que queriam agitar a cena Hot Rod de Belo Horizonte, o clube promovia encontros de Hot Rods, entre os seus membros, para a troca de ideias ou simplesmente para admirar os carros, que naquela época, já faziam volume em Belo Horizonte. Era normal também se reunirem para viajar, para encontros e eventos nas cidades vizinhas  e até em outros estados.

O clube não tinha regras e nem regulamentos e os interessado em participar tinham que ter somente a paixão pelos Hot’s e se identificar com os já membros do clube, já que afinidade é essencial nesse tipo de agremiação. A única ideologia é a união. Ninguém do grupo ficava sem ajuda ou deixava o carro na rua em caso de problema em um dos carros, o que não deixa de acontecer, já que são carros extremamente modificados e algum problema mecânico ou outro era normal, ainda mais quando se encontram vários carros de uma só vez.

Não era raro os membros do clube saírem de onde estavam para socorrer alguém que precisava de alguma ajuda mecânica. Até porque a grande maioria dos donos dos carros tinha algum conhecimento na área, sem contar com os mecânicos de verdade, donos de oficinas que também faziam os Hot Rods e que também eram membros do clube. Ou seja, ninguém ficava na mão quando o clube estava por perto. E, nessas horas, nada de orçamento, cobrança, enfim, o negócio era realmente ajudar quem precisava.

O Comando Bravo realizou alguns dos melhores eventos de Hot Rod do Brasil. Os eventos se chamavam BH Hot Show, foi realizado em nove edições e carros do Brasil inteiro vinham participar. O evento acontecia durante o dia, em Shoppings da cidade e, à noite, festas eram realizadas para os participantes. Fazia parte do evento também carreatas, quando os carros saiam do local do evento, rodavam pela cidade e retornavam ao ponto de encontro. Por vezes, era necessária a presença de batedores da policia para que o trânsito pudesse fluir durante as carreatas, devido ao grande volume de carros presentes. Certa vez, um passeio foi organizado, com os carros saindo do Shopping Del Rey, atravessando toda a cidade, indo até a Praça do Papa e retornando ao Shopping, com mais de 50 carros presentes, enchendo os olhos de todos aqueles que apreciam esse tipo de arte.

Durante algum tempo, até por questões pessoais dos membros, o clube ficou “adormecido”. Mas a afinidade de alguns, aliada à persistência de outros, fez com que o Comando Bravo ressurgisse novamente na cena de Belo Horizonte.

Durante o penúltimo encontro da Pampulha, alguns dos membros se reuniram ao melhor estilo Comando Bravo, com direito a socorro de um carro no Anel Rodoviário e com uma nova camiseta (todo clube que se preza tem que ter um uniforme) e comemoraram a volta do Comando Bravo.

Com ânimo renovado, os encontros e seus membros têm voltado e a cena Hot Rod de Belo Horizonte está se aquecendo. O 10º BH Hot Show já é assunto em algumas rodas e encontros  e vamos torcer para que realmente aconteça.

BH já foi referência em Hot Rods no Brasil e esperamos que o Comando Bravo realmente retome a esse cenário e que BH possa realmente retomar seu posto de capital nacional do Hot Rod.

Quem quiser saber mais sobre o Comando Bravo, um dos mais antigos clubes de Hot Rod do Brasil, sua história e seus membros pode acessar o link: www.comandobravo86.blogspot.com.br.

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Califórnia

Próximo

Alienação