DestaquesRaissa Fortes

Cinquenta Tons

Cinquenta Tons

Cinquenta Tons

Por Raissa Fortes

 As cores, além de suas características físicas e sua história enquanto pigmentos, são símbolos de paixão, calma, meditação, fome dentro do mundo da Design e suas ramificações.

Em termos genéricos o amarelo usado em locais ou propagandas que comercializam comida, passa um conceito de aquecimento, de alegria, positividade. Muitos alimentos tem a tonalidade amarela. Uma cor que traz a sensação de apetite, podendo ser apetite intelectual inclusive. A cor vermelha também é associada à fome, associada a paixão, amor, agressividade, sangue, perigo. Uma cor forte, ousada e conflitante.

De acordo com a doutrina do Feng Shui, cada cor vai exercer um papel em cada aspecto da casa, relacionado com os elementos correspondentes. Por exemplo, o vermelho dentro do Feng Shui é a cor do sucesso e da fama, regido pelo elemento fogo. Não consideram uma boa cor para ser utilizada em quartos, por ser muito energética, podendo causar insônia e irritabilidade. Também sugere proteção divina e psíquica, representando luz, fogo e poder.

Com relação à decoração, pode-se dizer que varia de acordo com a cultura de cada País e até de acordo com cada região do local. A decoração mineira segue uma tendência mais monocromática, de tons neutros, “Café com leite”, quando em comparação a outras regiões do Brasil, como Norte e Nordeste no uso de cores na decoração.

As cores são tão mágicas e misteriosas que podem ser usadas para curar algumas doenças. A Cromoterapia baseia-se nas propriedades terapêuticas das sete cores do arco-íris, que são cores associadas aos centros de energia do corpo – os chakras, com o objetivo de harmonizar o corpo, atuando desde o nível físico aos mais sutis. É uma prática que vem seno utilizada pelo homem desde as antigas civilizações como Egito antigo, Índia, Grécia e China.

Sendo assim, ao serem acionadas, as cores impactam fortemente na área determinada, restabelecendo ou energizando tudo que está bloqueado ou em desequilíbrio no corpo.

Este artigo encerra os artigos sobre as Cores e todas as suas influências e curiosidades no mundo. Seus aspectos físicos e químicos, sua história enquanto pigmento e luz, sua influência no mundo no design, suas simbologias e interpretações e até sua forma de cura! Mágicas, imprescindíveis, encantadoras, complementares e terapêuticas são as cores!

Beijuuss e até!

 

Confira mais textos de Raissa no seu link:

Cores do mundo

Pigmentando e apimentando

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Listras

Próximo

Música Eletrônica