DestaquesDestrinchando

Cinco curiosidades sobre os cintos masculinos

Cinco curiosidades sobre os cintos masculinos.

Por Lucas Azevedo @lucasbazevedo

O homem não tem muitas opções de acessórios, e um cinto legal é uma das poucas oportunidades para complementar o visual e criar um estilo personalizado. Mas o cinto não foi sempre uma peça padrão do nosso guarda roupa. Ele percorreu um longo caminho, deixando para trás alguns concorrentes:

– Os cintos são peças do vestuário desde a Idade do Bronze.

– O termo “fivela” vem do latim “fibella”, diminutivo de “fibula”, que significa prendedor. Em inglês, a palavra “buckle” vem do latim “buccula”, que significa “pouca bochecha”. As fivelas eram usadas para prender capacetes na Idade Média, daí o nome.

– Os cintos ganharam popularidade no vestuário moderno depois da Primeira Guerra Mundial, quando os homens acostumados com os cintos militares começaram a usar o equipamento ao invés dos suspensórios. Os botões saíram do exterior das calças e foram para o interior do cós, antes de desaparecerem completamente das calças casuais.

– Em 1964 Sir Hardy Amies, estilista famoso por ser o responsável por vestir a Rainha Elizabeth enquanto ela esteve no trono, publicou o livro “ABC of Men´s Fashion” e sugeriu que os homens deveriam sempre combinar com o cinto com os sapatos.

– No judô, caratê, e outras artes marciais, diferentes faixas coloridas são usadas para indicar posição ou habilidade. O principal motivo foi economia. Os cintos eram fáceis de tingir e já faziam parte integral dos trajes orientais, por isso não existem marcações de classificação adicionais, tais como patches e insígnias.

Hoje em dia o cinto faz parte do nosso guarda roupa, e basta ter um bom cinto de confiança para usar durante anos e anos. Nossos cintos são artesanais, feitos numa maquina de costura muito antiga. Por isto eles apresentam esta cara rústica. A linha de cintos Black Boots é totalmente feita à mão, desde o corte do couro, a pintura, e até a última costura. Estes cintos são feitos com couro soleta espesso e firme para durar a vida toda, é sério.

Cinco curiosidades sobre os cintos masculinos

Cinto Black Boots 112 Preto ou Cinto Black Boots 112 Whisky

Este modelo é metal, rock’n’roll. Vai com você para a noite com estilo e para o dia sem frescura. Descontraído, ele quebra o look formal e foge do comum. Aumente o som, ponha sua calça jeans, aperte o cinto, e boa viagem!

SONY DSC

cinto-de-couro-masculino-caramelo-black-bootsCinto Black Boots 105 Whisky ou Cinto Black Boots 100 Whisky.

Nossos cintos são rústicos. Eles são fortes, com costuras robustas, e couro tipo pull up que compõem o look aventureiro. De jeans ou de sarja, para o trabalho ou diversão.

cinto-de-couro-marrom-escuro-black-bootsCinto Black Boots 105 Marrom ou Cinto Black Boots 100 Marrom.

Couro marrom, ligeiramente mais elegante, pra também encarar um dia no trabalho. Fazem da sua segunda feira um dia assim… vamos dizer… melhor? Não é exatamente assim, você sim tem a capacidade de fazer o seu dia!

SONY DSC

Um cinto de couro marrom escuro pode parecer um jeito comum de segurar as calças, mas olhe bem para o acabamento deste couro. A pintura manual tem irregularidades sutis que fazem de cada cinto uma peça única. Este modelo, e os outros com costura foram feitos numa maquina antiga, com processos manuais. Um a um, sem trabalho escravo,feitos com alegria e gargalhadas. Sim. Aqui a gente se diverte.

SONY DSC

Cintos com argolas, investimentos inteligentes. São fáceis de ajustar para acompanhar bem aquele fim de semana com churrasco. As costuras com linha encerada dão um destaque especial até para a roupa mais simples de todas.

Confira todos os modelos no link abaixo e boa viagem !!

http://www.blackboots.com.br/

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Harley Davidson

Próximo

Yoga e Psicologia