DestaquesLucas Machado

Chess Records

Chess Records

Chess Records

Matheus Lopes Por Lucas Machado

Existem várias pessoas que se envolveram e acabaram se tornando grandes responsáveis pelo rumo do Blues e do Rock & Roll. Celebridades e produtores com visões e ambições inigualáveis. Uma delas é o imortal Leonard Chess.

Leonard e seu irmão Phil nasceram na Polônia e mudaram com sua família para Chicago, nos Estados Unidos, em 1928. Envolveram-se na cena musical negra no sul da cidade em 1946 com o bar Macomba Lounge, frequentemente frequentado por músicos e amantes do Black Pop e do Jazz. Um ano depois, sempre focando suas habilidades na produção musical e no marketing, resolveram investir em uma pequena gravadora emergente, The Aristocrat Records. Em pouco tempo, Leonard e Phil tornaram-se únicos donos e mudaram o nome da gravadora para Chess Records, em 1950.

O Blues estava borbulhando em Chicago nas décadas de 1940 e 1950, todos queriam fazer parte desse movimento que atraía músicos de todo o país. A Chess Records gravou e revelou talentos como: Little Walter, Muddy Waters, Chuck Berry, Bo Diddley, Etta James, Sonny Boy Williamson, Willie Dixon, Koko Taylor. Nomes que influenciaram estrelas do rock do outro lado do Atlântico como: The Beatles, The Rolling Stones, Eric Clapton, Led Zeppelin.

 

Em 2008 foi lançado um filme chamado “Cadillac Records”, que retrata essa era e conta um pouco da história de Leonard Chess e de seus talentosos artistas. Vale a pena assistir!

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Cores do mundo

Próximo

Madeleine Vionnet