Lucas Machado

Casa de Criadores

Casa de Criadores

Por Lucas Machado

A 35ª Casa de Criadores vai ter como locação um lugar incrível: o Salão Almeida Júnior, que fica em plena Galeria Prestes Maia, na Pça do Patriarca no centro de São Paulo. O evento acontece entre os dias 4 e 6 de junho e lança as coleções de 23 estilistas e marcas. Esta edição celebra a antiga e já histórica relação do evento com a cidade, em especial a região central, que já foi palco de vários desfiles, como o Viaduto do Chá, o Vale do Anhangabaú e a escadaria da própria Galeria Prestes Maia, entre outros.

Casa de Criadores

Além dos lançamentos das coleções, esta edição terá várias surpresas, a começar pelo desfile Novos Olhares, uma parceria da Casa de Criadores com o governo do Estado e com a agência We que promete surpreender o público. Mais do que isso a gente não pode falar! O Senac traz o desfile de formatura de sua última turma do curso de moda, bem como uma exposição com os trabalhos dos alunos de modelagem. Também vai ter exposição dos inscritos no concurso Homofobia Fora de Moda, uma parceria com o secretaria de Cultura do governo do Estado de São Paulo.

No primeiro dia de evento o e-commerce Uppermen recebe os convidados com um coquetel de lançamento do prêmio Uppermen de moda masculina, que irá escolher uma das marcas do evento para desenvolver uma coleção capsula para o site. Como não poderia deixar de ser, o estilista Walério Araújo promete causar com a presença de Valesca Popozuda cantando a trilha de seu desfile ao vivo. Já o estreante Elian Gallardo não vai ficar atrás. Convidou Nicole Bahls para desfilar um dos looks de sua coleção masculina de underwear.

Tarcisio Brandão, estilista lançado na última edição do evento,  promove uma campanha do agasalho diferente. Ele está convidando todo e qualquer jovem estilista para mostrar o seu trabalho durante o evento. Basta levar uma peça e pendurá-la num inusitado varal-exposição. Tarcísio só pede que, em troca, o estilista também leve uma agasalho, que será doado para instituições de caridade e moradores de rua do próprio centro de São Paulo. O público convidado para o evento também pode doar.

Casa de Criadores

Data 4, 5 e 6 de junho, a partir das 19h
Local Galeria Prestes Maia – salão Almeida Júnior

Patrocínio
Senac, Phebo Maquiagem, Cravo & Canela e Lectra

Apoio institucional
Texbrasil, Abit, Apex Brasil, Museu Cidade, Prefeitura de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo

Novos Olhares
Patrocínio Lectra
Apoio Chilli Beans, Laramara, Associação Fernanda Bianchini e Vicunha


Calendário

quarta-feira – 04 de junho

Projeto Lab – 20:30
Gustavo Carvalho
Gefferson Vila Nova
Gralias
Igor Dadona

Casa de Criadores – 21:00
Karin Feller
Luiz Leite
Rober Dognani
Jadson Raniere
Ap401 Lucas Barros

quinta-feira – 05 de junho

Projeto Lab – 20:30
Rafael Caetano
Kauê Bueno
Tilda
Nosotros

Casa de Criadores – 21:00
Walério Araújo
Elian Gallardo
Felipe Fanaia
Arnaldo Ventura
Juss
Weider Silveiro

Sexta-feira – 06 de junho

Talentos Senac – 19h30

Casa de Criadores – 21:00
Ale Brito
Trendt
Danilo Costa
Fernando Cozendey

Novos Olhares – 22:00

Festa de Encerramento: 23:00


 

Resumo das coleções

1º dia – Quarta-feira (04.06)

 Gustavo Carvalho

Amílcar de Castro dá o tom do Verão 2015 do estilista carioca, hoje radicado em São Paulo. A série de esculturas criadas pelo artista mineiro a partir da década de 60 foi traduzida em zíperes que desconstroem as peças (em representação ao corte) e nas pregas das roupas em alfaiataria (dobras), além de transparências, recortes e vazados. Os tons da cartela de cores também seguem os trabalhos do escultor e exploram o ouro velho e o pérola, além das primárias como o vermelho e o azul.

 image009

 

Gralias

Para o Verão 2015, a marca criou seu próprio tema de inspiração: um lugar fictício chamado Ilha de Escanxiga, que mistura referências e peculiaridades do bairro Bixiga (São Paulo). As tradições, as antiguidades, o artista Gege do Bixiga, as pessoas e suas vestimentas geraram imagens para compor essa trama. A característica principal do trabalho da Gralias é o uso das cores vivas. Para o Verão 2015, a marca deu destaque para os tons quentes, como laranja e amarelo, além do verde, combinados com neutros e roxos. Chiffon, neoprene texturizado, tela e malhas ganham mais movimento com modelagens arredondadas, amplas na parte de cima, rodadas e em alguns momentos afuniladas na barra.

 

Igor Dadona

A coleção de Verão fala sobre amor. É uma visão bem subjetiva do tema.  “Estou transpondo para as criações minha vivência sentimental”, explica o estilista. Igor afirma que quando você se envolve com alguém, já está perdendo uma parte de si. Nas criações, desmembra partes de peças de roupa e as encaixa em outros lugares, como mangas que abraçam a cintura ou paletós que se convertem em bermudas. Tricoline, tricoline papertouch, sarja carbolumen, sarja resinada com toque acetinado e resina metalizada são os principais tecidos. Dadona aposta em sobreposições em peças únicas. As rosas negras presentes fazem parte do conceito de dualidade.

 

Rober Dognani

Vinte looks em gaze de algodão com látex bi-centrifugado e pré-vulcanizado: assim será a coleção de Verão do estilista, que não possui costura, linha, zíper ou qualquer aviamento. “Sem medidas, tema ou pesquisa”, define. A cartela de cores se formou a partir de experimentações de pigmentos em cores primarias (azul, amarelo e vermelho) e preto e branco, obtendo novos tons de rosa, verde, lilás e matizes de cinza. A técnica usada confere um efeito tridimensional, relevos, texturas, camadas e aberturas estratégicas, dando as peças formas mais orgânicas.

 

2º dia – Quinta-feira (05.06)

Rafael Caetano

A coleção abordará elementos importantes do processo de montagem das peças com ênfase especial na modelagem. O trabalho foi criado de dentro para fora já que a marca mostrará o processo de descoberta e trabalhará em função do inacabado, o que ainda está em construção. Sarja resinada, espuma transparente, recouro, plásticos, cambraia, mousseline de seda e organza de seda vêm em tons de branco, gelo e off. Formas retas, porém pontuadas por leves arredondamentos, dão o tom do Verão 2015.

Kauê Bueno

Para o seu desfile de Verão 2015, o estilista decidiu declaradamente não seguir tendência alguma. Isso pode ser um reflexo claro do NormCore – movimento que está abrindo os olhos de fashionistas para o fato de que seguir algo tão à risca pode ser um limitador de estilo. O Denin aparece em vestidos, calças, shorts e macacões. A não-tendência traz ainda volumes inesperados em saias, calças e coletes que podem ir da passarela para as ruas.

 

TILDA

Para a coleção de verão 2015 “Transform Today: fim, começo e meio”, o designer reforça sua proximidade com conceitos opostos, que fazem as pazes em seus desenhos e que juntos promovem transformações. O estilo hippie americano em oposição à guerra do Vietnã e os tropicalistas brasileiros dos anos 1970 se unem a peças e tecidos militares. O fetichismo dos corsets é aliado da garota comportada.

 

O streetwear cool, tônica da coleção, traz referências de alfaiataria que Anderson Tomaz carrega por ter trabalhado com nomes que não trabalham com essa vertente, como Fernanda Yamamoto e André Lima. Peças originais dos anos 1970 garimpadas em brechós brasileiros, da Califórnia e da França são usadas no desfile. A coleção, aliás, nasceu a partir de um blazer da fanfarra militar de Paris que Anderson comprou em um brechó na França.

Felipe Fanaia

Jogadores de futebol americano do Cuiabá Arsenal vão dar um passeio de chalana pelo rio Paraguai. Durante a trajetória, eles passam por peões tocando a boiada, tribos indígenas, avistam jacarés e onças, que se transformaram no logo do time. Também estão presentes no passeio os pompons das cheerleaders e os sholderpads com ombros oversized. Essas são as inspirações para a nova coleção do estilista, que vem nos tons azul, branco e prata. Nylon, couro, cetim douchese, organza de seda suíça bordada com fios metálicos e lurex são os tecidos utilizados para o Verão 2015 da marca.

Arnaldo Ventura

O estilista aposta no militarismo e na alfaiataria. Saias, bermudas, casacos, macaquinhos, jaquetas e blusas vêm com apelo utilitário e um toque de safári. Um dos casacos tem cinco bolsos amochilados com zíperes. Arnaldo aposta no caramelo, azul-índigo e roxo-uva. Prata e dourado também aparecem no verão proposto pelo estilista. As peças são estruturadas, mas ganham leveza com transparências localizadas, feitas com renda. Os tecidos principais são seda, metalizados, sarjas de várias texturas, tricolines e um plissado em lurex fino.

 

Informações para imprensa:
namídia assessoria de comunicação - www.namidiacom.com.br           
Marcia Fonseca e Mercedes Tristão
Fone: (11) 3034.5501
Andrea Milanez – andrea@namidiacom.com.br – Ramal 214
Sebastião Rinaldi – sebastiao@namidiacom.com.br – Ramal 212
Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

MODA KIDS 2014

Próximo

Cacá Zech