DestaquesDestrinchando

Carros antigos e cinema

Carros antigos e cinema

Por jack Bala

Carros e cinema andam juntos como pão com manteiga. A mais de um século, Holywood faz filmes com e sobre carros. Em alguns, são protagonistas. Em outros, figurantes.

Mas um filme nunca é feito sem um carro.

Alguns merecem destaque. Seja pelos seus idealizadores, seja pelas “estrelas”.

Um dos  mais clássico de todo,  se chama “Bullit”.

Carros antigos e cinema

A estrela do filme é um Mustang GT 390

Nesse filme um detetive interpretado por Steve Mcqueen,  é escolhido por um promotor público para proteger, por um fim de semana, uma testemunha chave que que  a coloca em importante audiência. A trama policial se desenrola enquanto algumas das cenas de perseguição mais famosas do cinema acontecem, com o Mustang e um Charger R/T levando para as telas a famosa rivalidade Ford/Mopar.

Vale a pena conferir.

Um dos mais marcantes, mas talvez pouco conhecido do público brasileiro, seja o “American Grafite”.

Nesse filme, várias curiosidades. Ele foi dirigido por George Lucas. Ele mesmo, da saga “Guerra nas estrelas”.  Um dos protagonistas foi Harrison Ford, que não por coincidência, também estrelou vários filmes da saga.

Mas os artistas mesmo desse filme são os carros. Um Ford 32, 5 janelas, um Chevy  55 e um Chevy 58.

O filme conta a história de um grupo de rapazes americanos que vivem em busca de aventuras, sempre com os carros em primeiro plano. Um forasteiro chega então na cidade, desafiando o dono do Ford 32 para um racha que virou uma cena clássica nos filmes de Holywood.

Não vou contar o filme e sugiro que os interessados o vejam, pois apesar de parecer um filme “sessão da tarde”, tem uma história divertida e as cenas com os carros com certeza “pagam o ingresso”.

Outro filme que também marcou época foi Mad Max.

Pela temática pós-apocalíptica ou pelas cenas de ação, o malfadado Ford Falcon 73 teve seus 15 minutos de fama. Pilotado pelo policial Max, o Ford tinha um blower (compressor, uma espécie de turbo) que podia ser “ligado”por um botão (quem dera!) e era o terror dos malfeitores.

O filme, cheio de cenas de perseguições e já começa com uma, foi rodado com um orçamento minúsculo e colocou a Austrália e Mel Gibson em evidência, abrindo as portas para várias sequências que vieram depois.

Outro filme que pode ser pouco conhecido dos brasileiros é “Christine, o carro assassino”.

Dirigido por John Carpenter e baseado num conto do mestre do terror/ficção Steven King, por acaso um de meus prediletos,

o filme gira em torno de um carro reformado pelo adolescente Annie Cunningham. Durante a  reforma, o amigo de Annie e sua namorada descobrem que seu carro tem um passado sombrio. O carro então passa a ter vida própria e passa a perseguir e ameaçar todos que se põe em seu caminho.

A estrela do filme é um Plymouth Fury, 59, vermelho e branco que também ganhou seus 15 minutos de fama, pois nunca foi um carro que fez muito sucesso no mercado comum.

Outro filme mais recente e que não pode ficar de fora da lista dos apaixonados por motores foi 60 segundos.

Um lendário ladrão de carros aposentado, tem que voltar a ativa para salvar seu irmão.

Ele então precisa roubar 50 carros clássicos, todos com nomes femininos.  O Mais famosos de todos, é um Mustang Shelby GT 500, batizado de Eleanor e que foi um dos modelos que mais foi copiado depois de um filme, sendo que várias empresas americanas e até uma brasileira fizeram kits para a transformação de Mustangs em modelo Eleanor.

Outros carros que merecem destaque apesar de aparecerem pouco são o Dodge Daytona 1969, Pontiac GTO 1965 e Chevy Bel Air 1957, entre outras maravilhas que estrelam esse filme.

Existe uma lista interminável de filmes com carros, sejam clássicos, de produção ou inventados, como o DeLorean de “De volta para o futuro” ou mesmo o Ford com “blower mágico”, de Mel Gibson, em Mad Max.

Hoje é muito fácil achar filmes, na internet, TV a cabo e outras maravilhas que inventam a cada dia (vide flix e afins).

Mas pra quem curte, fica a dica. Se procurar, vai ter muita coisa para ver nesse dias de chuva.

 

 

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Onírico

Próximo

Eterno Amor