DestaquesDestrinchandoEntrevistasSem categoria

Carol Francischini

Carol Francischini

Destrinchando

Por Lucas Machado

Fotos: Divulgação

Jornal Estado de Minas

Tudo começou quando a sua mãe fez escondida a inscrição da Caroline em um concurso de moda realizado pela Agência Mega Models, em 2002. Francischini, além de ficar em primeiro lugar, na seqüência se mudou para Nova York com apenas 13 anos. Em nossa entrevista em Sampa, em meio à arrumação de malas, fotos e muitas risadas, nos mostrou que beleza e simpatia acabam se transformando em palavras e versos eternos. Mas o que realmente assusta nessa paulista de Valinhos são os números, ou melhor, as medidas: 1,78 m de altura; 88 cm de busto; 62 cm de cintura e 89 cm de quadril. Esse “contour” é simplesmente o sonho de qualquer top internacional.

Com a moda, Carol já conheceu quase o mundo inteiro. “Morava em NY e durante 4 anos não fiquei nem um mês na minha casa. Sempre em ponte aérea para vários cantos do mundo, menos a África”, comenta. Entre os vários trabalhos realizados estão editoriais para Vogue Teen, Itália, Portugal e Brasil, Marie Claire, Elle e Cosmopolitan France. Campanhas Tommy Hilfiger, Calvin Klein e Gucci, desfiles para Fendi, Max Mara, Diesel e Ralph Lauren.

E quando o assunto é passarela, dispara: “Amo o que faço, porque não é rotineiro e cansativo. Mas o que mais me emociona são os desfiles”. Não é por menos. Francischini é uma das modelos que mais participou do SPFW, chegando a subir na passarela de 32 marcas diferentes numa única temporada. E mais: além de ser a queridinha da Victoria’s Secret, foi eleita uma das 100 mulheres mais sexy do Brasil.

Kit Sobrevivência: Créditos: Bruno Senna

Leia mais:

Benefícios da atividade física no inverno

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Anterior

Bebidas alcoólicas e massa muscular

Próximo

Abacate preferido das dietas