Destrinchando

Hot rods Brasil

Hot rods Brasil

Boyd Coddington
Quando a gente fala do que gosta, parece que fica mais fácil escrever. E falar desse cara é tão bom quanto escrever e falar sobre Hot Rod’s.
Até por que, ele revolucionou a forma como o mundo passou a ver e construir os Hot’s. Boyd Coddington, nasceu em Idaho, em 28 de agosto de 1944.
Desde menino conviveu com os carros, estudou mecânica e usinagem e teve seu primeiro automóvel aos 8 anos de idade
Mudou-se para a Califórnia em 1968 e trabalhava de dia montando Hots e a noite como mecânico na Disneylândia.Hot rods Brasil

 

Ele rapidamente se destacou pela forma única de fazer seus carros e em 1977 abriu sua loja, a Hot Rods By Boyd em Cypress, Califórnia.

Mas Boyd ficou conhecido mesmo foi pela forma como fazia os carros.


Com linhas únicas e que fizeram a sua marca, ele mudava detalhes nos carros, sem deixar que os mesmos perdessem suas características, tornando-os mais modernos, mas preservando as linhas clássicas dos modelos transformados.


Pouca gente sabe, mas grandes construtores de carros e também de motos começaram a trabalhar na oficina de Boyd.

Um deles, todo mundo conhece hoje em dia é grande referência dos Hot , foi Chip Foose, que começou sua brilhante carreira com Boyd.


Outro ilustre que começou por lá, foi Jesse James, mais conhecido pelas motos que fazia em sua oficina hoje fechada, mas em vias de retomar a produção, a West Coast Choppers, também localizada na Califórnia e que tive o prazer de conhecer ainda em atividade.


Boyd Coddington foi um construtor premiadíssimo, não sem razão.

Suas criações ganharam prêmios como Grand National Roadster Show, Americas Most Beautiful Roadster, (sete vezes), Daimler-Chrysler Design Excellence, Grand National Roadster Show Hall of Fame, Sema Hall of Fame, National Rod and Custom Hall of Fame e em 1997 ele foi alçado ao Hot Rod Hall of Fame.

Uma de suas maiores criações foi o Cadzzilla, carro criado para o lendário front man do ZZTOP, Billy Gibbons. Esse carro ainda hoje é considerado como um divisor de águas na forma de se construir Hots, pelas formas e pelas inovações ali aplicadas.


O carro conta com cristais no lugar de vidros e seu sistema de som foi feito dentro da fábrica da Sony, no Japão, para onde o carro foi enviado com essa única finalidade.

Seus pára-lamas traseiros assim como as lanternas forma feitos especialmente para o carro. Na verdade, o carro serviu apenas como base para a obra prima criado por ele.

Com motor Cadillac North Star como propulsor, ficou o mais próximo que pôde das origens do carro, sem deixar de imprimir sua marca pessoal.

Para acompanhar o carro, duas motos Harley-Davidson foram feitas, baseadas também no incrível Hot e acompanham o design do carro.

Boyd ficou famoso mesmo pelo seu programa de TV American Hot Rod, um reality show que mostrava o dia a dia de sua oficina e os detalhes da fabricação de seus carros.

Como em todo reality show, dramas, intrigas e aquela sensação de espiar o vizinho pela janela, garantiram o sucesso de algumas temporadas.

Carros de destaque como Alumatub, totalmente construído em alumínio, um Corvette Stingray 62, pronto para as pistas, mas com luxos como ar condicionado e o 42 Woodie, um Ford que lembrava os carros de surfistas, foram o algumas de suas criações.

Outro produto de sucesso foram as rodas billet, ou seja, usinadas a partir de um bloco sólido de alumínio, sempre com desenhos exclusivos e marcantes e que também vieram a ser uma de suas marcas registradas.


Portador de diabetes, Boyd faleceu em fevereiro de 2008 e deixou um legado que vai ser difícil de ser copiado.

Sua Marca ainda vive através da fábrica de rodas que leva seu nome. Mas dificilmente veremos de novo, carros com as linhas suaves e marcantes e com o apelo futurista que Boyd deixava em seus projetos.

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Espaguete a Carbonara

Próximo

Carros e o rock and Roll