DestaquesLucas Machado

Australian Rock

Australian Rock

8989

Matheus Lopes Por Lucas Machado

A Austrália sempre foi um grande celeiro de exportação de bandas para o mundo. Na década de cinquenta, o Rockabilly e o Rock & Roll foram consumidos por músicos e adolescentes australianos através de filmes, discos e televisão.

Desde o fim da segunda guerra mundial, com uma forte migração europeia para o país, a gravadora EMI dominava o mercado fonográfico australiano. No começo dos anos sessenta, a EMI começou a se expandir no mercado australiano distribuindo selos de peso como o da Decca (primeira gravadora dos Rolling Stones) e também da americana Capitol Records (Frank Sinatra, Beach Boys, Grandfunk Railroad). O país entrou então na rota de vários festivais e começou a criar seus próprios selos.

A publicação mais influente, que amplificou o rock na Austrália, foi da revista Go-Set, publicada semanalmente de 1966 até 1974.

Australian Rock

Fazendo parte da migração europeia surgiram duas bandas de renome mundial: Os Bee Gees na década de sessenta e o AC/DC na década de setenta, que é hoje uma das maiores bandas de todos os tempos.

 

Formadas também na década de setenta temos as bandas Midnight Oil e Australian Crawl. A primeira tem canções de forte apelo ecológico em defesa do meio ambiente e dos direitos do povo Aborígene. As duas bandas citadas fizeram bastante sucesso entre os surfistas locais. Podemos destacar também a banda INXS, que teve grande sucesso mundial nas décadas de oitenta e noventa.

Exemplos de outras bandas australianas que conquistaram o mundo: Silverchair, Little River Band, Powderfinger, Jet, The Vines, Crowded house, Wolfmother, John Butler Trio, Airbourne, Men at Work.

8989                         Midnight Oil.

 

 

 

Lucas Machado

Lucas Machado

Escritor, profissional de Marketing e Comunicação.

Alta intensidade X perda de peso 4
Anterior

Alta intensidade X perda de peso

Próximo

Decepções