DestaquesDestrinchando

Ano novo, piso e vida nova

Ano novo, piso e vida nova

Destrinchando

Por Letícia Pimenta

Ano novo, vida nova e porque não, casa nova! Para iniciar o ano com pé direito já colocando em prática todas as metas e sonhos do papel, vamos falar de um dos queridinhos da obra: o piso em porcelanato. Para quem busca o assentamento perfeito, segue abaixo três dicas de cair o queixo, confira:

  1. Cor da Argamassa

Hoje temos vários tipos e cores de porcelanatos, desde os mais rústicos aos mais sofisticados. Fique de olho se o modelo escolhido pode manchar facilmente. Se for esse o caso, para evitar que isso ocorra durante o assentamento pela argamassa sugiro a mistura de um corante Xadrez a argamassa. Disponível em 24 cores, encontrado facilmente depósitos, lojas de materiais de construção e com preço super acessível (média de R$5,00) e fácil de aplicar o corante é uma ótima solução.

Para acertar na cor sugiro a compra da argamassa branca, acrescente o pó aos poucos até atingir a cor desejada, para cada saco de argamassa utilize no máximo até 250gr de Pó Xadrez.

  1. Garantindo o Nivelamento do Piso

Para assentar o porcelanato perfeito só com a ajuda da tecnologia, instrumentos e ferramentas adequadas, mas ao contrário do que pensamos essas ferramentas estão cada dia mais baratas, fáceis de usar e encontrar.

Para garantir que o nivelamento e espaçamento entre as pedras fiquem igual em toda a área escolhida, devemos usar o alicate para nivelamento, junto com o espaçador/nivelador e a cunha.

Ao passar a argamassa e assentar a primeira peça, coloque os espaçadores/nivelador, após a segunda peça instalada coloque a cunha entre elas e ajuste o alicate para a altura desejada.

OBS: Durante o assentamento não mude o ajuste do alicate.

Com esse kit fica muito mais fácil de garantir a qualidade do serviço. Eu utilizo da marca Cortag, é muito importante comprar o espaçador e a cunha da marca do alicate. No site das fabricantes possuem vários vídeos ensinando como utilizar, apesar de ser bem simples e intuitivo.

 

 

 

  3- Evitar Manchas de Rejunte

Hoje os rejuntes acrílicos e epóxi já dominaram o mercado, como melhor qualidade e com a promessa de não escurecer com o tempo o rejunte flexível foi deixado de lado, só esqueceram a deixar de lado também as antigas técnicas de aplicação de rejunte.

Na internet achei várias dicas de como tirar as manchas, com indicação de produtos caríssimos até mesmo produtos caseiros como o vinagre. Mas, porque não evitar a mancha? Vai dar mais trabalho sim, mas vai garantir que o porcelanato não fique manchado.

Primeiro devemos seguir as dicas do fabricante: esperar a cura completa da argamassa, limpar a juntas antes de rejuntar, limpar o porcelanato e após rejuntar esperar  três horas e iniciar a limpeza com esponja.

O que ninguém conta é que muitas vezes isso tudo não é o suficiente, principalmente no porcelanato de área externa que é poroso. Por isso sugiro uma super proteção do porcelanato, protegendo ao redor das juntas com fita crepe e passando vaselina no meio da peça para evitar que o rejunte grude a peça antes da limpeza. Também aconselho retirar imediatamente após a aplicação do cômodo a fita crepe e a limpeza com esponja lisa úmida.

 

Melhor colocar um ajudante para passar o dia protegendo o porcelanato do que ficar com uma mancha dessas que não sai, concordam?

Gostou das dicas? Então me segue lá nas redes sociais @classeengenharia. Se você tem dúvidas e sugestões, mande um e-mail para contato@classeengenharia.com.br.

#TeVejoNaObra

Beijos e Boa Reforma

Leia mais:

Marketing Sensorial

Letícia Pimenta

Letícia Pimenta

Letícia Pimenta Duarte, engenheira civil e empreendedora. Sócia da Classe Engenharia, especialista em reformas residenciais e comerciais. Apaixonada por inovações e pelas diversas formas da engenharia.

Anterior

Suicídio entre jovens

Próximo

PORQUE HOMENS NÃO CHORAM