DestaquesVictoria

Amor possível

Amor possível

Amor possível 1

Destrinchando

Por Victoria Wall

Bom, depois de algum tempo, me venho a encontrar tendo um amor possível. Não é aquele amor de novela ou de livros blockbuster que tudo age contra o casal e tudo só fica bem depois que o filme acaba e os casais se levantam e voltam a suas vidas monótonas. Posso dizer com afirmação, amor é possível. Mas somente uma vez na vida.

Sempre existem poréns, e coisas que temos que nos livrar. Sempre temos malas que temos que deixar para trás para poder termos outras. Histórias vividas são melhores que histórias contadas. Agora me pergunto, o que fez do meu amor algo possível? Será a pessoa? Será a ocasião? Será o quão nova sou?

E todas essas perguntas podem ser respondidas com um simples e ao mesmo tempo complicado não. Não é a pessoa. Não é a ocasião. E por fim não é por que ainda sou nova. Hoje em minha sessão com a minha terapeuta, me veio à pergunta, por que estamos dando tão certo?

E a resposta é: Não repito padrões vividos em minha família ou padrões ruins. Quebre toda essa coisa ruim que você viveu, jogue tudo fora e começa a escrever algo novo. Que você nunca pensou ou imaginou poder existir. Quando você se sentir mais perdida é quando alguém te acha.

Amor

Toda história de amor começa com alguém indo mais rápido. Uma corrida de corações. Um é tímido, fica quieto, o outro diz isso em voz alta, noites tranquilas onde ambos dormiam emaranhados.

Eu posso ver o brilho nos seus olhos, o amor vívido que seu coração compartilha com o meu, o desejo que suas mãos têm pelo meu corpo,

E eu vejo tudo isso, todos os sonhos que eram meus são seus agora, todas as palavras que eu disse antes estão saindo de sua boca.

Cachoeiras saindo dos meus olhos enquanto ouço os planos, eles são tão brilhantes, coloridos, lindos. Eu escrevo para você e só para você. Em nome de no nosso amor eu me curvo aos sentimentos que tenho, em nome de nós declaro guerra a mim mesma.

Em nome do nosso amor, eu abraço meus anjos. E beijo os seus dizendo a eles para cuidar de você. Uma noite eu disse para você “durma” e dormindo você estava, eu te segurei forte enquanto sua respiração ficava mais pesada, as mãos apertadas ao meu corpo, amando-me. E eu lembro que me senti em casa quando estava entre seus braços e coração. Parecia que eu estava lá por um segundo, eu não estava perdida.

A primeira vez que te vi eu sabia que teríamos um futuro juntos, eu vi você segurando minhas mãos em uma noite escura, eu me vi saindo de um hospital, eu me vi em branco caminhando para o meu destino. Eu vi você esperando por mim no final, vi anjos vindo em nossa guarda.
E meu amor, eu ainda posso vê-los.

Leia mais:

Reflexão diária

Texto felicidade trabalho

Destrinchando

Destrinchando

Moda no Complexo Penitenciário Feminino
Anterior

Moda no Complexo Penitenciário Feminino

Design Escandinavo 9
Próximo

Design Escandinavo