DestaquesDestrinchando

Amizades Coloridas

Amizades Coloridas

Amizades Coloridas

Por Amanda Ferr

Digam o que quiserem, mas não acredito em amizade entre homens e mulheres, sem que haja em uma das partes um resquício qualquer de atração.

No início pode até se estabelecer uma amizade, mas com o passar do tempo, a convivência, a intimidade, a cumplicidade balançam o alicerce de um dos lados e se não se tomar uma atitude, o edifício pode desmoronar.

Daí pode se optar por tentar ignorar e continuar a amizade fingindo que não há uma voz gritando dentro do coração, pode se optar por um afastamento honesto ou se ambas as partes concordarem, a amizade pode mudar de patamar e virar namoro.

Simples? Nem tanto, quando há sentimentos envolvidos, nada é simples.

Nessa equação pode haver uma outra variável que anda bem em voga ultimamente, as amizades coloridas.

É uma amizade com o benefício dos beijos, dos abraços, do sexo, mas sem a cobrança do namoro. Parece perfeito, ficar apenas com o lado bom de uma relação, mas o que não podemos esquecer é que muitas vezes, a cobrança que há num relacionamento pode ser cuidado, preocupação.

Como misturar os corpos e sair ileso? Como conviver tão de perto mas ter que manter uma distância de segurança? Como gostar e não poder demonstrar além do permitido nas regras das amizades coloridas.

Sei que muitos de vocês já devem ter passado por essa situação, eu já vivenciei e da minha parte posso garantir, amizades coloridas só dão certo se não houver a cor do amor.

Destrinchando

Destrinchando

Anterior

Política de Emprego e Renda no Brasil

Próximo

Vietnã